Soja: Estiagem impulsiona colheita

Publicado em 31/01/2011 08:53 682 exibições
Devido estiagem das chuvas produtores de soja aceleram neste fim de semana a colheita da safra 2010/2011. Apesar da “trégua” a colheita da soja segue 7,1 pontos percentuais atrasada em relação safra 2009/2010. Segundo levantamento do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea-MT), apenas 2,8% dos 6,19 milhões de hectares de soja foram colhidos entre 20 e 27 de janeiro contra os 9,9% do período em 2010. Previsão para fevereiro é colher 10 milhões de toneladas. A região Oeste mato-grossense, conforme boletim do Imea-MT divulgado no ultimo sábado, segue na frente com a colheita da safra 2010/2011.

A região já colheu 5,7% dos seus 938,2 mil hectares. As regiões Norte e Noroeste, que até o dia 20 de janeiro não haviam iniciado a colheita da soja, encontram-se com 2% e 1,3%, respectivamente, de sua safra colhida. Entre os municípios que mais colheram até o momento
Sapezal é o que mais se destaca com 8% de seus 360 mil hectares colhidos, seguido de Campos de Júlio com 5% de 190 mil hectares. Ambas as cidades pertencem a região Oeste.

De acordo com o presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), Glauber Silveira, a colheita da safra 2010/2011 segue dentro do esperado. “Nós plantamos tarde devido a falta de chuvas. A colheita está dentro do que esperávamos. Agora que a chuva nos deu uma trégua poderemos acelerar a colheita. Esperamos em fevereiro colher 10 milhões de toneladas, apesar da previsão de um mês chuvoso devido ao fenômeno climático La Niña”, diz Silveira.

A mesma opinião possui o produtor e presidente do Sindicato Rural de Sorriso, Nelson Picolli. “É uma grande oportunidade de avançarmos na colheita com essa estiagem”.

Tags:
Fonte:
Folha do Estado

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário