Soja: Briga por área impulsiona preços e mercado fecha com forte alta nesta quinta-feira na CBOT

Publicado em 18/02/2011 06:20 496 exibições
Comentários sobre redução de tarifas de importação na China e disputa por área de plantio de algodão, milho e soja ensejam acentuada valorização da soja futura, em Chicago.
Clique aqui para ampliar!

Comentário:

Nesta quinta-feira, dezessete de fevereiro de 2011, as cotações futuras de soja relativas aos três primeiros vencimentos fecharam com ganhos notáveis na Bolsa Mercantil de Chicago (CME), conforme a tabela acima. Foi registrada a atuação decidida dos fundos de especulação que atuaram intensamente como compradores de lotes futuros da oleaginosa na citada bolsa, apesar de mais cancelamentos de vendas de soja norte-americana para a China e apesar das notícias dando conta de que as disputas trabalhistas (e decorrentes greves portuárias e de indústrias de processamento) foram encerradas.

O primeiro fato que levou os fundos a atuarem intensamente na ponta compradora do mercado futuro de soja em Chicago consistiu nas notícias de que a China está a ponto de adotar política anti-inflacionária baseada na redução de tarifas de importação, inclusive das tarifas de importação de soja e de óleo de soja. O segundo fato que também ajudou a desencadear o forte movimento de compras de soja de parte dos fundos consistiu na acentuada valorização do algodão, cujos preços futuros vêm apresentando ganhos expressivos. No Delta do Rio Mississipi é esperado forte crescimento das áreas de cotonicultura, daí resultando necessariamente reduções das áreas destinadas às lavouras de soja, se confirmado o incremento da área (acreage) de algodão.

Conforme o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA), o total de registros de vendas para exportação de soja norte-americana efetuados na semana passada com respeito à safra velha (2010/2011) de soja dos EUA atingiu a substancial quantidade de 514.500 toneladas, embora, com respeito à safra nova (2010/2011) norte-americana tenha sido noticiado o cancelamento de 118.100 toneladas, ou seja, - (menos) 118.500 toneladas. O total registrado dos dois anos-safras foi, portanto, de 396.400 toneladas e este número decepcionou os participantes do mercado. Entretanto, o número referente à safra velha superou inteiramente as expectativas dos traders.

Tags:
Fonte:
SojaNet

0 comentário