Chuvas atrapalham o início da colheita da soja no RS

Publicado em 03/03/2011 11:47 638 exibições
O reflexo do atraso já aparece na qualidade do produto. A alta umidade impede que as máquinas entrem na lavoura.
A instabilidade do clima atrapalhou o início da colheita da soja no centro-norte do Rio Grande do Sul. Em Ibirubá, os produtores esperam que o tempo fique firme de vez, para começar os trabalhos no campo.

Na fazenda de Antoninho Rubin, em Ibirubá, os funcionários aproveitam que o dia está encoberto para fazer a manutenção das colheitadeiras, paradas no galpão, à espera de sol.

Em uma área que já deveria ter sido colhida há uma semana, a alta umidade impediu que as máquinas entrem na lavoura para retirar os grãos. O reflexo do atraso já aparece na qualidade do produto.

Cinquenta hectares estão passando do ponto de colheita. Algumas vagens começaram a mofar, por isso o agricultor tem pressa para iniciar a colheita das variedades plantadas mais cedo. Ao todo ele cultivou 1,2 mil hectares. “Vou tirar da lavoura e guardar, já tem boa parte vendida, temos que colher”, disse o agricultor.

O produtor espera colher no mínimo 50 sacas por hectare.

O Rio Grande do Sul é o terceiro maior produtor nacional de soja. Só perde para Mato Grosso e Paraná.

Tags:
Fonte:
Globo Rural

0 comentário