Farm Futures aumenta estimativa para plantio de soja e milho nos EUA

Publicado em 23/03/2011 11:51 1666 exibições
Um estudo realizado pela revista norte-americana Farm Futures estimou uma área de plantio de soja nos EUA em 31,77 milhões de hectares (78,5 milhões de acres) e 36,99 milhões de hectares (91,4 milhões de acres) para o milho.

No caso da oleaginosa, os números são maiores do que o estimado pelo banco Goldman Sachs, pela consultoria Informa Economics e também pelo próprio USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) durante o Fórum Agrícola. Já no caso do milho, o estimado pela revista é menor do que a previsão da Informa e do USDA.

A pesquisa diz ainda que os produtores de milho estão relutantes em aumentar o plantio por conta dos altos custos de produção e da baixa produtividade da safra anterior.

Segundo o analista de mercado Ricardo Lorenzet, da XP Investimentos, os números da Farm Futures, que vieram totalmente divergentes frente aos dados do Goldman Sachs e da Informa, abrem espaço para uma grande instabilidade antes e depois do relatório do USDA, que deverá ser divulgado no próximo dia 31.

Soja - Nesta qurta-feira, o mercado da soja deverá registrar forte volatilidade na Bolsa de Chicago. Os dados da Farm Futures estão sendo assimilados e o dólar índex está bastante forte, o que são dois fatores negativos que podem pesar sobre os preços.

Na abertura da sessão diurna de hoje, as cotações operam no vermelho, pressionadas pelo dólar e pelos números da Farm Futures.  Às 11h47, o vencimento maio - referência para a safra brasileira - era cotado a US$ 13,59, com queda de 6 pontos. No mesmo momento, o milho operava no terreno misto.

Porém por outro lado, o temor com a safra brasileira continua por conta das excesssivas chuvas que impedem e comprometem a colheita. Além disso, há ainda a demanda, que permanece aquecida. Hoje, o USDA reportou a venda de 105 mil toneladas de soja para destinos não revelados, embarque safra 2011/12.

As duas informações atuam como fatores de suporte para os preços, o que pode limitar as perdas nesta quarta-feira e intensificar ainda mais a volatilidade no mercado.

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário