Grãos: Com clima adverso, mercado fecha com forte alta na CBOT

Publicado em 18/04/2011 14:00 e atualizado em 18/04/2011 16:39 1989 exibições
Soja, milho e trigo fecharam a sessão diurna com forte alta na Bolsa de Chicago nesta  segunda-feira. A oleaginosa, depois de encerrar o pregão noturno em terreno misto, pegou carona no bom momento dos mercados vizinhos e encerrou o dia avançando mais de 10 pontos.

A alta tanto do milho quanto do trigo foi refletiu as condições climáticas adversas no cinturão de produção dos Estados Unidos. O milho tem o plantio atrasado por conta do tempo frio e úmido no meio-oste e o trigo sofre com a seca nas Grandes Planícies. Na China, o clima seco também castiga as lavouras de trigo e contribuem para a alta do grão, que fechou o dia com mais de 30 pontos de alta.

O avanço dos grãos ajudou a soja também a operar em alta mesmo diante do mau humor dos mercados financeiros. Com um aumento da aversão ao risco, os investidores deram início à semana puxando o dólar para cima e vendendo algumas commodities, como petróleo e alguns metais industriais.

Além disso, a China ainda elevou a taxa de depósito compulsório dos bancos pela quarta vez este ano, fato que poderia pesar sobre os preços. A medida é mais uma do pacote de tentativas de conter a liquidez excessiva e a alta inflação na segunda maior economia do mundo.

Para o analista de mercado Ricardo Lorenzet, o desempenho dos grãos foi bom considerando o quadro externo, principalmente frente ao  dólar explosivo e o mercado extremamente cauteloso com o quadro fiscal não só na Europa, mas pior até mesmo nos Estados Unidos.

Veja como ficaram as cotações dos grãos no fechamento desta segunda-feira na Bolsa de Chicago:

>> SOJA


>> MILHO

>> TRIGO

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário