Grãos são destaque na CBOT. Trigo puxa milho e soja

Publicado em 18/05/2011 12:02 e atualizado em 18/05/2011 17:38 1965 exibições
Mais um dia de fortes altas para os grãos em Chicago. Liderado pelo trigo, que encerrou subindo mais de 50 pontos, o mercado explodiu na sessão diurna e fechou a quarta-feira com fortes e expressivas altas na CBOT. A soja encerrou com quase 40 pontos de alta e o milho com mais de 20.

As condições climáticas nos Estados Unidos continuam dando o tom ao mercado. O plantio norte-americano da soja, do milho e do trigo de primavera estão bastante atrasados por conta do excesso de chuvas e das baixas temperaturas.

Além disso, as lavouras de trigo de inverno da região das Grandes Planícies sofrem com uma severa estiagem, assim como alguns países produtores da Europa.

A demanda pelos grãos norte-americanos - trigo e milho - demonstram um bom desempenho, fato que atua como catalisador da alta dos preços nestes últimos dias.

Como explicou o especialista no mercado de grãos da XP Investimentos, Ricardo Lorenzet, a alta da soja é um total reflexo da alta dos grãos, uma vez que a oleaginosa não apresenta nenhum fato novo em termos fundamentais.

Além disso, Lorenzet explica ainda que esse temido aumento da área de soja em detrimento à área de milho não deverá acontecer, já que este processo, na prática, é bem mais complexo do que se imagina e a tendência é de que, mesmo diante deste clima adverso, os produtores norte-americanos continuem plantando mais milho por conta de uma melhor rentabilidade.

Com isso, a área total das safras de verão nos Estados Unidos pode ser menor do que o estimado pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos).

Paralelamente ao clima e à questão da oferta e demanda, os fatores externos também favoreceram as altas em Chicago, com as macrocommodities como o petróleo e os metais em alta e o dólar index em baixa.

Confira como ficaram as cotações no fechamento da Bolsa de Chicago:

>> SOJA

>> MILHO


>> TRIGO

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário