Soja: Período da entressafra marcado pelas oscilações do mercado podem resultar em perdas ou ganhos

Publicado em 25/07/2011 17:50 633 exibições
DANÇA DA QUADRILHA: Neste momento em que o mercado de soja mato-grossense apresenta 91,3% da safra 2010/11 e 28,4% da safra nova comercializadas, a espera por um bom momento de negócio se torna peça-chave para conseguir fechar uma boa média de preço. Como é comum nesta época de início da safra norte-americana, devido a influências climáticas, as cotações em Chicago (CME Group) oscilam por qualquer rumor. Essa situação se comporta como uma festa junina: “olha a chuva”, e o mercado sobe; “é mentira”, e o mercado cai; “olha a seca”, e novamente sobe; “é mentira”, e novamente cai. Essa volatilidade pode ser uma oportunidade e não necessariamente perda, já que é sabido que nos meses de agosto e setembro ocorrem as maiores diferenças entre mínima e máxima nas cotações. Atualmente o que se espera da soja é um aumento dos preços, mas em um passado não tão distante esse mercado a US$ 13,80/bu, podendo chegar a até maiores valores, era o sonho de qualquer produtor da oleaginosa.

Clique aqui e confira a análise na íntegra.

Tags:
Fonte:
Imea

1 comentário

  • flavio muniz Cuiabá - MT

    Olha esses textos do Imea estão cada vez melhores, parabéns equipe imea.

    0