Soja: Negócios seguem lentos, mas preços sobem

Publicado em 17/10/2011 11:10 386 exibições
As negociações de soja seguem em ritmo lento no Brasil, como é típico para o período. Os estoques remanescentes da safra 2010/11 já estão baixos e, segundo pesquisadores do Cepea, ocorrem negociações basicamente envolvendo pequenos volumes. Além disso, um bom percentual da nova safra, que será colhida apenas nos primeiros meses de 2012, também já foi negociado, o que deixa vendedores retraídos, à busca de oportunidades para novas efetivações. Produtores brasileiros consultados pelo Cepea também estão aproveitando as chuvas dos últimos dias e avançando no cultivo da safra e/ou aguardando que a umidade permita a entrada das máquinas nas lavouras. O desenvolvimento das lavouras já implantadas é considerado bom. Quanto aos preços, entre 7 e 14 de outubro, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (produto transferido para armazéns do porto de Paranaguá) em dólar (moeda prevista nos contratos futuros da BM&FBovespa) registrou elevação de 5,5%, fechando a US$ 28,22/sc de 60 kg na sexta-feira, 14. Em moeda nacional, o Indicador subiu 3,5% e finalizou a R$ 48,88/sc. Quanto à média ponderada das regiões paranaenses, refletida no Indicador CEPEA/ESALQ, subiu 4,4% entre os dias 7 e 14, fechando a R$ 46,71/sc na sexta.
Tags:
Fonte:
Cepea

0 comentário