Com a maior fatia da safra 2011/12 de soja comercializada, preços baixos causam monotonia no mercado

Publicado em 29/11/2011 08:52 303 exibições
MAIOR FATIA GARANTIDA: Ultimamente o mercado da soja vem inibindo a comercialização, devido à queda apresentada após a colheita de 2011, resultado das projeções de menor consumo mundial da oleaginosa e das instabilidades financeiras mundial. Considerando o período de 12 meses, o cenário atual aponta a menor cotação, o que resulta em uma atitude de cautela predominante entre os produtores, pois uma grande fatia da futura produção, 52,5%, está comprometida a preços bem maiores que os atuais, por isso é verificada a monotonia em que o mercado se apresenta. Na última sexta-feira (25/11) a cotação CBOT/CME Group chegou a US$ 11,09/bu, menor valor do ano, um deságio de US$ 0,49 ante a mesma data do ano passado, só que em situação diferente de mercado, pois as cotações em 2010 vinham em uma linha crescente, inversamente proporcional à situação atual. Mesmo utilizando o dólar de R$ 1,88, esses US$ 11,09/bu, fazendo a paridade, equivalem a R$ 32,24/sc no Estado, ficando 18,8% menor do que o preço médio comercializado da safra 2010/11. Essa diferença faz com que o mercado se manifeste de forma tímida, mesmo porque, a maior parte da próxima safra já está comprometida.

Clique aqui e confira a análise na íntegra.

Tags:
Fonte:
Imea

0 comentário