Publicidade

Empresa investe R$ 125 milhões em terminal açucareiro e amplia capacidade

Publicado em 03/10/2012 14:23 480 exibições
Terminal compõe plano de investimentos em logística de R$ 2 bilhões até 2015.
A Copersucar, maior comercializadora de açúcar e etanol do Brasil, dobrará sua capacidade de embarque no Porto de Santos para dez milhões de toneladas ao ano a partir da safra 2013/2014. Os investimentos da companhia no Terminal Açucareiro Copersucar (TAC) para atender a crescente demanda de exportação do produto somam R$ 125 milhões. O investimento compõe o plano de investimentos da companhia, que prevê aplicar R$ 2 bilhões em logística até 2015. 

A ampliação está sendo feita em várias frentes. Para otimizar a capacidade de recepção de açúcar, a Copersucar está construindo uma moega rodoferroviária, estrutura adaptada para ampliar a capacidade de recepção de açúcar e otimizar o fluxo de armazenagem. Um armazém graneleiro está sendo erguido paralelamente à moega para aumentar de 110 mil toneladas para 330 mil toneladas a capacidade de armazenagem fixa do TAC.  

Com a finalidade de otimizar o embarque de açúcar, será entregue o terceiro ship loader. O equipamento, que possibilita o carregamento de navios maiores, ampliará a capacidade de embarque em mais 3 mil toneladas por hora, totalizando um volume de carregamento de 5,5 mil toneladas por hora. O novo carregador de navios começa a operar em janeiro de 2013. 

"A partir da Safra 2013/2014, teremos capacidade mais que suficiente para escoar a produção de açúcar destinada aos mercados externos, contemplando também o crescimento futuro previsto para a indústria e para a Copersucar", afirma Paulo Roberto de Souza, diretor-presidente da companhia. 

As obras de expansão tiveram início em junho de 2011, assim que a Copesucar obteve a renovação da concessão de uso do terminal dos órgãos reguladores, para até 2036. A primeira fase da obra deverá ser concluída no primeiro trimestre de 2013 e estará em operação no início da safra 2013/2014, programada para abril. O projeto de ampliação do TAC estará concluído em 2014. 

Outro investimento importante da Copersucar na região da Baixada Santista é o Terminal de Estufagem Copersucar (TEC), uma instalação retroportuária no município do Guarujá (SP). Em atividade desde junho de 2011, tem capacidade de estufagem de 16.000 contêineres por ano. Com o crescimento do transporte de açúcar ensacado em contêineres marítimos, o novo Terminal amplia os diferenciais competitivos da Companhia no atendimento a uma gama ampliada de clientes, com a oferta de maior diversificação na especificação e nos volumes de açúcar, além de favorecer a operação logística, com a maior flexibilidade de embarque permiti da pelos contêineres. 

Outros investimentos 

Com investimentos de R$ 30 milhões, a Copersucar inaugurou em março de 2012, o Terminal Multimodal de Ribeirão Preto, que já movimentou desde o início da safra 500 mil toneladas de açúcar até o Porto de Santos. A Copersucar investiu também na ampliação do Terminal de São José do Rio Preto, cuja capacidade de movimentação de açúcar é de 800 mil toneladas por ano. Ambos os terminais contribuirão para aumentar a participação do modal ferroviário de 50% para 70% do transporte de açúcar a granel até o final da safra 2014/2015. 

Para o etanol, o principal investimento da Copersucar é a participação, com 20% do capital, da Lógum, empresa responsável pela construção do etanolduto que ligará os principais polos produtores do biocombustível aos centros consumidores. Em paralelo, a Companhia já deu início às obras de construção do Terminal de Tancagem de Paulínia, que será integrado ao etanolduto, com capacidade de armazenagem de 180 milhões de litros em sua primeira fase e movimentação anual de 2 milhões de m3. O investimento é de R$ 150 milhões e o início das operações está previsto para 2014. 
Fonte:
Copersucar

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário