BNDES libera R$ 207 milhões para primeira usina de cana de segunda geração

Publicado em 12/09/2013 18:42
410 exibições

A primeira usina de cana-de-açúcar de segunda geração (2G) começará a funcionar até 2015, usando a biomassa da cana para produção de álcool. O projeto receberá financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no valor de R$ 207,7 milhões. A informação foi divulgada hoje (12) pela assessoria do banco.

De acordo com o BNDES, será o primeiro projeto no mundo que utilizará tecnologias de conversão do bagaço e da palha da cana em escala industrial. A unidade será construída na Usina Costa Pinto, em Piracicaba (SP), e poderá produzir 40 milhões de litros de etanol 2G. A iniciativa é da Raízen Energia, formada pela brasileira Cosan e a anglo-holandesa Shell. O projeto vai aumentar a produtividade do hectare de cana plantada, o que poderá reduzir a necessidade de expansão da área agrícola no país.

Fonte: Agência Brasil

0 comentário