Açúcar bruto avança acima dos US$ 17,20 nesta 5ª feira em NY

Publicado em 24/06/2021 14:51 88 exibições
Apoio com força do real no Brasil, além de atenção para números de produção da 1ª quinzena de junho

LOGO nalogo

​Os futuros do açúcar fecharam a sessão desta quinta-feira (24) com ganhos expressivos na Bolsa de Nova York e moderados em Londres. O pregão foi marcado pela força do real ante o dólar, além das expectativas de produção da 1ª quinzena de junho no Centro-Sul brasileiro.

O principal vencimento do açúcar bruto na Bolsa de Nova York registrou valorização de 1,35%, cotado a US$ 17,24 c/lb nesta sessão, com máxima de 17,29 c/lb e mínima de 16,79 c/lb. Enquanto que o tipo branco em Londres teve ganhos de 0,76%, negociado a US$ 426,80 a tonelada.

O mercado futuro do açúcar teve suporte da força do real ante o dólar nesta quinta-feira, além de petróleo e ajustes de posições depois da queda na véspera. Nos fundamentos, a atenção está voltada para as expectativas com os números da primeira quinzena de junho no Centro-Sul.

"O real mais forte desestimula as vendas de exportação dos produtores de açúcar do Brasil", destacou o site de informações de commodities Barchart em referência ao fechamento. Nesta semana, o dólar ante o real caiu abaixo de R$ 5 pela primeira vez em mais de um ano.

Cana-de-açúcar - Foto: Unica
Expectativas do mercado são de queda na produção no Centro-Sul na 1ª quinzena de junho - Foto: Unica

Ainda como fator de alta, segundo a fornecedora de informações de commodities Barchart, a Somar Meteorologia apurou que as precipitações foram escassas na região central do país na semana passada, retomando os temores com a safra de cana-de-açúcar do país.

A S&P Global Platts divulgou neste início de semana suas estimativas médias do mercado para a produção na 1ª quinzena de junho, com açúcar em 2,47 milhões de toneladas (-3,4% ano a ano) e etanol da cana-de-açúcar em 1,78 bilhão de litros (+0,3 ao ano).

A União da Indústria de Cana-​de-Açúcar (UNICA) deve divulgar seus números oficiais de produção nos próximos dias.

Mercado interno

Após saltar expressivamente na terça, a quarta-feira foi marcada por indicador praticamente estável. Como referência, na véspera, o Indicador CEPEA/ESALQ do açúcar, cor Icumsa de 130 a 180, mercado paulista, caiu 0,09%, cotado a R$ 115,88 a saca de 50 kg.

No Norte e Nordeste do Brasil, o açúcar registrou estabilidade, a R$ 132,65 a saca, segundo dados levantados pela consultoria Datagro. O açúcar VHP, em Santos (SP), tinha no último dia de apuração o preço FOB cotado do tipo a US$ 17,39 c/lb com valorização de 0,66%.

» Clique e veja as cotações completas de sucroenergético

Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário