HOME VÍDEOS NOTÍCIAS METEOROLOGIA FOTOS

Cana: Geadas seguem no radar da StoneX e cortes nas estimativas não estão descartados

Publicado em 19/05/2022 17:21 e atualizado em 23/05/2022 11:27
Consultoria estima moagem na safra 2022/23 do Centro-Sul em 565,3 milhões de t; com 33,9 mi de t de açúcar e 30 bi de l de etanol

Logotipo Notícias Agrícolas

As geadas voltaram ao radar dos envolvidos na cana-de-açúcar do Centro-Sul do Brasil nesta semana, após danos severos com a condição na safra 2021/22. Até o momento, segundo fontes do setor ouvidas pelo Notícias Agrícolas, não há registro de geadas fortes e nem prejuízos.

A consultoria StoneX divulgou no último dia 10 de maio sua atualização para a safra 2022/23 da região, mas com a possibilidade de geadas, não se descarta revisão na próxima atualização, prevista para o mês de julho.

"As geadas permanecem no radar da equipe e levantam um alerta", disse ao Notícias Agrícolas Filipi Cardoso, especialista de inteligência de mercado da StoneX. Apesar de a safra não ter sido impactada nos últimos dias, a meteorologia ainda aponta muito frio em áreas produtoras nesta semana.

"Em julho, será lançada a nova revisão de estimativa, onde será analisada a gravidade e quais as consequências que a ocorrência de geadas podem gerar para o ciclo corrente", disse Cardoso. Em 2021/22, segundo a consultoria, cerca de 13% de toda a área disponível para a colheita foi afetada por geadas.

De acordo com o analista, os impactos da geada na cana-de-açúcar dependem muito, principalmente, do grau de desenvolvimento do canavial.

"Para os canaviais próximos de serem colhidos [a safra começou em abril], o estresse que a planta sofre com a redução da temperatura pode ser benéfico, promovendo um acúmulo maior de sacarose e consequentemente aumentando seu ATR - açúcar total recuperável", afirma.

Entretanto, "o principal impacto encontra-se nas áreas com desenvolvimento médio". Nesses casos, segundo Cardoso, para a usina não perder aquela área, necessita antecipar a colheita. "Gera-se assim uma queda na produtividade, já que a cana não teve tempo suficiente de desenvolvimento para acumular um volume de sacarose considerável", explica.

Fonte: StoneX

A StoneX estima a safra 2022/23 de cana-de-açúcar no Centro-Sul do Brasil com uma moagem de 565,3 milhões de toneladas, cerca de 8% maior ante a temporada anterior, fortemente impactada pelas condições climáticas. O clima seguirá sendo um ponto-chave para a consultoria em suas atualizações.

Além disso, o aumento do prêmio do etanol ante o açúcar também tem chamado a atenção dos envolvidos do mercado. Algumas unidades produtoras, inclusive, estão cancelando contratos já fixados para o adoçante visando focar na comercialização do biocombustível nesta safra.

A produção de açúcar no ciclo 2022/23 é apontada em 33,9 milhões de t, com alta anual de 5,8%. A safra total de etanol é projetada em 30 bilhões de litros, quase 9% acima do ciclo anterior. O mix na mais recente estimativa da StoneX estava em 44,8% para o açúcar e 55,2% para o etanol.

A concentração de açúcar total recuperável (ATR) dos canaviais deve ficar em 140,7 quilos por tonelada.

Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário