Novos contratos de etanol hidratado da BM&FBovespa têm início promissor

Publicado em 19/05/2010 07:57 229 exibições
O primeiro dia dos novos contratos futuro e de opções sobre futuro de etanol hidratado foi bastante produtivo, na avaliação da gerente de Produtos do Agronegócio da BM&FBovespa, Fabiana Perobelli. No total, foram negociados 79 contratos, com vencimento entre julho, agosto, outubro e novembro, com preços que oscilaram entre R$ 736 e R$ 775 por metro cúbico. A liquidez foi maior para os três últimos vencimentos.

A Bolsa iniciou na segunda-feira (17-05) a negociação dos novos contratos do biocombustível. A grande diferença em relação ao contrato já existente do etanol anidro é a liquidação financeira, que utiliza o Indicador de Preços Disponível do Etanol Hidratado Paulínia (SP) Esalq-BM&FBovespa.

Segundo Fabiana, o contrato com liquidação financeira atrai um número maior de participantes em relação ao com liquidação física, que envolve compromissos de entrega do produto. "Para bancos, fundos, pessoas físicas, tradings e usinas é mais simples a liquidação financeira. Isso vai trazer maior liquidez", afirma.

Para o produtor, ou usina, haverá agora uma garantia de preço de mercado, evitando as discussões com as distribuidoras. "O produtor vai continuar fazendo o que sempre fez. A entrega no mercado físico é feita fora da bolsa, e ele tem um contrato de longo prazo com a distribuidora. A diferença agora é que ele pode ir na bolsa e determinar um preço mais adequado", afirma a gerente.

Confira os preços de fechamento do etanol hidratado no primeiro dia de negociações na BM&FBovespa:
Julho 2010 - R$ 736/m3 (5 contratos negociados)
Agosto 2010 - R$ 740/m3 (24 contratos)
Outubro 2010 - R$ 765,50/m3 (25 contratos)
Novembro 2010 - R$ 775/m3 (25 contratos)
Giro financeiro total - R$ 1.790.625

Fonte:
Revista Globo Rural

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário