Açúcar: Em Londres, preços caem. Em Nova York, cotações estáveis

Publicado em 15/11/2010 12:11
332 exibições
Pelo quarto dia, o açúcar refinado negociado na Bolsa de Londres caiu com informações de que a Índia, segundo maior produtor mundial do produto, poderia contar com um excedente para a exportação. Isso acontece depois de o país, em 2009, ter sido o maior exportador da commodity por conta do clima adverso ter comprometido a safra do país. 

"A coisa mais importante para o mercado é o que a Índia vai fazer, qual será sua declaração política definitiva sobre as exportações", disse James Kirkup, chefe da corretora ABN Amro açúcar. 

Já os futuros do açúcar negociados na Bolsa de Nova York ficou estável. Este ano, os preços já subiram 23% antes da queda vista na última sexta-feira. 

Os estoques gloabis do açúcar VHP devem ser de 2 milhões de toneladas na temporada 2010/11. O volume é menor do que o previsto nos últimos dois meses - 3,22 milhões de toneladas. 

Com informações da Bloomberg
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário