Safra de cana começa com preços altos e muita chuva

Publicado em 01/03/2011 08:01 627 exibições
Mesmo com chuva, a safra 2011/12 de cana-de-açúcar já começou para algumas usinas do Centro-Sul, que responde por 90% da moagem brasileira. Nesta semana, algumas unidades do Paraná, Estado conhecido por estrear a safra na região, iniciaram o processamento. A estimativa é de que até o fim deste mês, 14 das 30 unidades do Estado entrem em atividade, segundo a Associação Paranaense de Produtores de Bionergia.

Os preços elevados de açúcar e álcool estimulam a antecipação de moagem também por algumas usinas de São Paulo. Não há número oficial, mas o mercado prevê que mais de 20 usinas vão iniciar a safra ao longo de março. O número não deve interferir no mercado, pois é inexpressivo considerando que há 330 usinas no Centro-Sul.

A previsão climática, no entanto, não é muito animadora para o corte da cana este mês no Centro-Sul, segundo Paulo Etchichury, da Somar Meteorologia. As frentes frias, que até agora estavam mais presentes no Sul do país, alcançam o Sudeste e provocam chuvas mais frequentes e com nebulosidade, prevê o especialista.

"Assim, a tendência é de que as chuvas de março fiquem um pouco acima da média", diz Etchichury. Para abril, as precipitações entram na incidência histórica, o que significa, segundo o meteorologista, que haverá mais chuva que em abril do ano passado, que foi mais seco do que o normal.

Mas, com os atuais preços de açúcar e etanol, o argumento do risco climático se enfraquece.

De acordo com dados da consultoria Datagro, ontem, quando o primeiro contrato na bolsa de Nova York fechou a 32,51 centavos de dólar por libra-peso, o açúcar de mercado interno estava remunerando o equivalente a 33,94 centavos de dólar por libra-peso, ante os 30,86 centavos de dólar de 25 de fevereiro de 2010 - quando o mesmo contrato em Nova York estava em 24,45 centavos de dólar.

Já os preços do álcool anidro fecharam ontem equivalendo a 23,08 centavos de dólar por libra-peso, ante os 19,91 centavos de dólar de 25 de fevereiro de 2010. O hidratado também está em vantagem neste ano e atingiu ontem o equivalente a 22,40 centavos de dólar por libra-peso, ante os 17,05 centavos de dólar de 25 de fevereiro de 2010, segundo a Datagro.

O contrato com vencimento em maio encerrou a segunda-feira com nova alta na bolsa de Nova York, a 29,45 centavos de dólar por libra-peso, uma valorização de 71 pontos.

A União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), que representa as unidades do Centro-Sul, não tem uma estimativa de quantas usinas da região vão antecipar a safra para março. Mas a entidade prevê que a maior parte das unidades vai começar a moagem entre 10 e 20 de abril. "No geral, a safra terá um atraso de 15 ou 20 dias", diz Antônio de Pádua Rodrigues, diretor-técnico da Unica.

O que ocorre é que há muita cana que foi cortada em 2010 e que ainda não se desenvolveu para o corte neste ano. Além disso, a disponibilidade de cana "bisada" - que ficou em pé da safra passada para esta - é muito inferior à da temporada 2010/11. Segundo a Datagro, serão 5 milhões de toneladas, ante as 46 milhões de toneladas da temporada 2010/11.

Fonte:
Valor Econômico

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário