Trigo: Baixa disponibilidade e interesse comprador sustentam cotações

Publicado em 29/01/2019 10:03
181 exibições

As cotações de trigo estão firmes no Brasil, segundo pesquisas do Cepea, devido à baixa disponibilidade do produto interno e ao maior interesse de compradores, mesmo que pontualmente. No geral, porém, a liquidez segue baixa. No mercado interno, ainda permanece a “queda de braço” entre compradores e vendedores. Enquanto de um lado há a expectativa de que moinhos voltem às compras para repor estoques, de outro, há incertezas sobre o interesse de aquisição do produto nacional, ou se haverá prioridade para as importações. Portanto, os preços ainda devem oscilar, indicando que o mercado deve buscar uma tendência até que a nova safra esteja disponível. 

Fonte Cepea

Nenhum comentário