USDA: Exportações semanais de soja e milho dos EUA superam expectativas

Publicado em 28/11/2014 16:00 123 exibições

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), nesta sexta-feira (28), divulgou seu boletim com as vendas para exportação do país sobre a semana que terminou em 20 de novembro e trouxe um aumento expressivo tanto para a soja quanto para o milho.

As vendas semanais de soja da safra 2014/15 vieram reportadas em 1.485,4 milhão de toneladas contra 1.074,3 da semana anterior. O número superou bem as expectativas do mercado que variavam de 700 mil a 1 milhão de toneladas. O destino principal da soja norte-americana foi, como tradicionalmente acontece, a China, respondendo pelas compras de 806,2 mil toneladas. 

Assim, o total acumulado no comercial é agora de 38,695 milhões de toneladas frente à estimativa do USDA para a temporada de 46,81 milhões de toneladas. 

Sobre o milho, o departamento norte-americano reportou as vendas para exportação em 944,9 mil toneladas da temporada 2014/15, volume que é 4% maior do que o registrado na semana anterior, quando foram vendidas 910 mil toneladas. Destinos desconhecidos adquiriram, do total, 243,205 mil toneladas. O total ficou acima das projeções do mercado, que apostavam em algo entre 600 mil e 800 mil toneladas. 

Com esse volume o total acumulado no ano sobe para 21.580,6 milhões de toneladas e a projeção do USDA é de que, na safra 2014/15, sejam exportadas 44,45 milhões de toneladas. 

No caso do trigo, as vendas somaram, na semana que terminou no último dia 20, 431,5 mil toneladas contra expectativas variando de 300 a 500 mil toneladas. Em relação à semana anterior houve um aumento de 19% e o principal destino do grão norte-americano foi o Japão. 

O USDA informou ainda que foram registrados cancelamentos nas vendas de 22,3 mil toneladas de farelo de soja da safra 2014/15 e mais as vendas de 174,3 mil toneladas de produto do ciclo 2015/16. Já sobre o óleo de soja foram vendidas, ainda de acordo com o departamento, 35,6 mil toneladas na última semana, um volume 82% maior do que o registrado na semana anterior. 

 

 

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário