USDA: EUA devem colher mais de 110 mi t de soja e 384 mi de t de milho

Publicado em 12/08/2016 13:14 e atualizado em 12/08/2016 14:07
4732 exibições

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou, nesta sexta-feira (12), seu novo reporte mensal de oferta e demanda estimando a nova safra de soja do país em 110,5 milhões de toneladas, contra a estimativa de junho de 105,6 milhões. O volume ficou na máxima das expectativas do mercado, que variavam de 105,19 milhões a 110,33 milhões de toneladas. 

A produtividade veio registrando um índice recorde - de 55,45 sacas por hectare - bem acima das 52,95 estimadas no boletim anterior, mas em linha com o topo das projeções, que nesse caso eram de 52,95 a 55,35 sacas por hectare. 

Por outro lado, revisões positivas também na demanda. As exportações foram aumentadas de 52,25 milhões para 53,07 milhões de toneladas e o esmagamento interno de 52,39 milhões para 52,8 milhões de toneladas.

Assim, os estoques finais de soja dos EUA, da temporada 2016/17, foram estimados pelo departamento em 8,98 milhões de toneladas, dentro das expectativas do mercado de 7,08 a 10,97 milhões de toneladas. 

Soja Mundo

O USDA revisou ainda a produção mundial de soja e passou a estimá-la em 330,41 milhões de toneladas, contra 325,98 milhões da estimativa anterior. Dessa forma, o número dos estoques finais globais passaram para 71,24 milhões de toneladas, acima do intervalo esperado pelo mercado de 64,5 a 69,5 milhões de toneladas. 

Ainda no quadro mundial, mantidas as safras do Brasil e da Argentina em 103 milhões e 57 milhões de toneladas. Porém, ambos os estoques foram revisados para cima ficando em, respectivamente, 16,1 milhões e 27,82 milhões de toneladas. 

Ao mesmo tempo, foram mantidas a produção e importações da China em 12,2 milhões e 87 milhões de toneladas. 

Safra 2015/16

Para a safra 2015/16, o USDA reduziu de forma expressiva os estoques finais dos EUA de 9,54 milhões para 6,95 milhões de toneladas, ficando abaixo do esperado pelo mercado de 7,76 milhões a 10,07 milhões de toneladas. Ao mesmo tempo, aumentou sua estimativa para as exportações de 48,85 milhões para 51,17 milhões de toneladas. 

A safra mundial de soja desta temporada foi ligeiramente elevada, passando de 312,36 milhões para 312,67 milhões de toneladas. Os estoques globais, assim, passaram de 72,17 milhões para 73 milhões de toneladas, ligeiramente acima das expectativas de 70 a 72,7 milhões. 

USDA Soja - Agosto

Milho EUA

O USDA surpreendeu ainda nos números do milho e elevaram a produção de 369,34 milhões para 384,91 milhões de toneladas. A produtividade, por sua vez, subiu para 185,32 sacas por hectare, contra 177,8 do boletim anterior. A expectativa média do mercado para ambos os dados eram de, respectivamente, 375,53 milhões de toneladas e de 180,77 sacas por hectare. Os números, porém, vieram encostados às máximas, como aconteceu com a soja. 

O USDA indicou ainda um aumento nas exportações norte-americanas de milho de 52,07 milhões para 55,25 milhões de toneladas, enquanto manteve o uso do cereal para a produção de etanol em 133,99 milhões de toneladas. Os estoques finais do cereal, por sua vez, foram projetados em 61,19 milhões de toneladas, superando muito o número de julho, mas dentro das expectativas de 53,11 milhões a 67,39 milhões de toneladas. 

Milho Mundo

A produção mundial 2016/17 subiu e foi a 1.028,4 bilhão de toneladas, levando os estoques finais a serem estimados em 220,81 milhões de toneladas. O mercado, porém, esperava algo entre 201,2 milhões e 228,7 milhões de toneladas. No reporte do mês passado, esses números eram de 1.010,74 bilhão e 208,39 milhões de toneladas. 

Para o Brasil, mantidos os indicativos de produção - 80 milhões - e de estoques, de 5,94 milhões de toneladas. As exportações brasileiras são esperadas em 22 milhões de toneladas. 

Para a Argentina, porém, a safra foi elevada e passou a ser estimada em 36,5 milhões de toneladas, contra as 34 milhões de julho. Os estoques finais do país subiram de 2,22 milhões para 4,02 milhões de toneladas e as exportações de 23 para 24 milhões. 

Safra 2015/16

A safra global de milho 2015/16 foi estimada em 959,73 milhões de toneladas, contra 959,79 milhões de julho, e os estoques finais do mundo subiram de forma expressiva, passando de 206,9 milhões para 209,34 milhões de toneladas. O número veio acima das expectativas dos traders, de 203 milhões a 208 milhões de toneladas. 

Já os estoques finais dos EUA tiveram um leve aumento de 43,2 milhões para 43,3 milhões de toneladas, volume que ficou dentro do esperado, enquanto as exportações americanas passaram de 48,26 milhões para 48,9 milhões de toneladas. 

USDA Milho - Agosto

Por Carla Mendes
Fonte Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Marcio David Tupanciretã - RS

    Isso aí tá me cheirando a treta desses americanos..., como assim, em um mês, aumentar 2,5 sacos na média?

    2
    • MARCELO MUSSULINIMARIÓPOLIS - PR

      também digo o mesmo MARCIO DAVID

      1