Trigo: USDA reduz estoques finais mundiais da temporada 2016/17 para 249,07 mi de toneladas

Publicado em 12/09/2016 13:18
269 exibições

Nesta segunda-feira (12), o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) reportou seu novo boletim mensal de oferta e demanda para o trigo. Novamente, o órgão revisou para cima a projeção para a safra global do grão 2016/17 para 744,85 milhões de toneladas. Em agosto, o número ficou em 743,44 milhões de toneladas. Em contrapartida, os estoques finais mundiais caíram de 252,82 milhões para 249,07 milhões de toneladas.

Para a safra dos Estados Unidos, os números vieram em linha com o último relatório. A produção norte-americana permaneceu estimada em 63,16 milhões de toneladas, os estoques finais em 29,93 milhões de toneladas e as exportações em 25,86 milhões de toneladas.

Para a safra do Brasil, o órgão trouxe ligeiros ajustes. A produção do cereal subiu de 5,30 milhões para 6 milhões de toneladas. Os estoques finais brasileiros também subiram e passaram de 1,31 milhão para 1,51 milhão de toneladas. Do mesmo modo, as exportações aumentaram de 1 milhão para 1,5 milhão de toneladas. Já as importações baixaram de 6 milhões para 5,80 milhões de toneladas.

No caso da safra da Argentina, os números foram mantidos em 14,40 milhões de toneladas para a produção, 960 mil toneladas dos estoques finais e 8 milhões de toneladas para as exportações.

Para a União Europeia, o departamento estimou a produção em 145,27 milhões de toneladas, contra as 147,50 milhões de toneladas projetadas em agosto. Os estoques finais ficaram em 12,04 milhões de toneladas, frente as 12,93 milhões de toneladas estimadas no último boletim. As exportações passaram de 27 milhões para 26 milhões de toneladas.

O departamento ainda trouxe os números referentes a produção da Rússia. A perspectiva é que os produtores colham uma safra ao redor de 72 milhões de toneladas nesta temporada, mesmo número indicado anteriormente. Os estoques finais baixaram de 9,63 milhões para 9,57 milhões de toneladas. Já as exportações foram mantidas em 30 milhões de toneladas.

Ainda no relatório, o USDA também apresentou as suas projeções para a safra da Ucrânia. A produção permaneceu inalterada em 27 milhões de toneladas. Os estoques finais passaram de 2,85 milhões para 2,10 milhões de toneladas. As exportações subiram de 14,50 milhões para 15 milhões de toneladas de trigo.

USDA - Trigo - Setembro

Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário