USDA: Vendas semanais de soja e milho dos EUA voltam a superar expectativas

Publicado em 08/12/2016 14:03 348 exibições

Nesta quinta-feira (8), o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) reportou seu boletim semanal de vendas para exportação. Os dados, como vem acontecendo, vieram fortes para a soja e o milho e, mais uma vez, superaram as expectativas do mercado. 

As vendas de soja norte-americanas, na semana encerrada em 1º dezembro, somaram 1.467,7 milhão de toneladas, contra projeções dos traders de 1 milhão a 1,4 milhão de toneladas. Do total, 1.461,7 milhão foram da safra 2016/17 e mais 6 mil da 2017/18. No caso da temporada atual, o principal destino foi a China e, da nova, destinos não revelados. 

Em todo o ano comercial, os EUA já venderam 43.160,0 milhões de toneladas, contra 34.080,4 milhões do mesmo período da temporada 2015/16. Assim, o total já comprometido do esperado para ser exportado - 55,79 milhões - chega a 77,36%. 

Milho

Os Estados Unidos venderam ainda 1.496,4 milhão de toneladas da milho na última semana, número que também superou o intervalo das expectativas de 700 mil a 1 milhão de toneladas. As vendas tiveram 1.495,4 milhão de toneladas da safra atual e mais 1 mil toneladas da nova. 

Com essa venda da safra 2016/17, o total acumulado já alcança 31.577,8 milhões de toneladas, superando largamente o total do mesmo período da safra anterior de 18.111,2 milhões de toneladas. A estimativa é de que os EUA exportem 56,52 milhões de toneladas nessa temporada, e desse volume, 55,87% já estão, portanto, comprometidos. 

Derivados de Soja

As vendas semanais de farelo de soja, por sua vez, ficaram dentro do esperado - de 50 mil a 250 mil toneladas - e somaram 222,5 mil toneladas na última semana. Todo o volume foi da safra 2016/17 e a maior parte foi adquirida pela Tailândia. 

Os EUA venderam também mais 13,4 mil toneladas de óleo de soja do presente ano comercial e o principal comprador foi a Coreia do Sul. O total também ficou dentro das expectativas do mercado, as quais variavam de 4 mil a 40 mil toneladas. 

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário