Trigo: USDA reporta aumento na safra e estoques finais mundiais da temporada 2016/17

Publicado em 12/01/2017 15:20
137 exibições

Nesta quinta-feira (12), o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou seu novo boletim de oferta e demanda para o trigo na temporada 2016/17. Para a safra global, o órgão aumentou sua projeção de 751,26 milhões de toneladas para 752,69 milhões de toneladas. Os estoques finais mundiais também foram revistos para cima e passaram de 252,14 milhões para 253,29 milhões de toneladas.

Para a safra dos Estados Unidos, o departamento modificou apenas a projeção dos estoques finais, para 32,29 milhões de toneladas. Em dezembro, o número era de 31,12 milhões de toneladas. A safra e as exportações ficaram em linha com o último relatório, em 62,86 milhões de toneladas e 26,54 milhões de toneladas, respectivamente.

No caso do Brasil, o USDA também trouxe pequena alteração e revisou somente as importações. A perspectiva é que as importações brasileiras fiquem em 6,70 milhões de toneladas, contra as 6,50 milhões de toneladas estimadas anteriormente. A safra ficou inalterada em 6,70 milhões de toneladas e os estoques finais em 1,90 milhão de toneladas. As exportações se mantiveram em 1,60 milhão de toneladas.

Na Argentina, a safra foi estimada em 15 milhões de toneladas, frente as 14,40 milhões de toneladas projetadas no relatório passado. Os estoques finais baixaram de 910 mil toneladas para 720 mil toneladas. As exportações ficaram em 8,60 milhões de toneladas, ligeiramente acima do reportado em dezembro, de 8 milhões de toneladas. 

Já a safra da União Europeia passou de 143,97 milhões para 144,32 milhões de toneladas. Os estoques finais caíram de 10,28 milhões para 10,13 milhões de toneladas. E as exportações apresentaram ligeira alta e passaram de 25 milhões para 25,50 milhões de toneladas.

O USDA ainda trouxe os números para a produção da Rússia. A projeção é que sejam colhidas 72,50 milhões de toneladas de trigo nesta temporada, frente as 72 milhões de toneladas previstas anteriormente. Os estoques subiram de 10,10 milhões de toneladas para 10,60 milhões de toneladas. Enquanto isso, as exportações ficaram inalteradas em 29 milhões de toneladas.

A produção da Ucrânia permaneceu em 27 milhões de toneladas. Por outro lado, os estoques finais registraram leve alteração e recuaram de 2,97 milhões para 2,77 milhões de toneladas. Na contramão desse cenário, as exportações subiram de 15,50 milhões para 15,70 milhões de toneladas.

Trigo - Tabela do USDA Janeiro

Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário