USDA traz plantio ligeiramente aquém do esperado e 10% da soja em condições ruins/muito ruins

Publicado em 24/06/2019 17:11 e atualizado em 24/06/2019 19:00
11673 exibições

LOGO nalogo

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) trouxe, na tarde desta segunda-feira (24), seu novo reporte semanal de acompanhamento de safras com números ligeiramente abaixo do que o esperado pelo mercado tanto para a soja, quanto para o milho. As condições de clima não favoreceram muito o andamento dos trabalhos de campo. 

O mapa abaixo, do BAM Weather, mostra os acumulados de chuvas nas últimas 72 horas no coração do Corn Belt. Em mais da metade do Meio-Oeste, segundo seus meteorologistas, as precipitações ficaram entre 50,8 e 101,6 mm. "Nessas últimas semanas eles conseguiram plantar pouco", disse o consultor de mercado Vlamir Brandalizze, da Brandalizze Consulting, em entrevista ao Notícias Agrícolas. 

Chuvas EUA 72 h

PLANTIO 

Depois de uma semana intensamente chuvosa no Corn Belt, o boletim mostrou que opplantio do cereal foi concluído em 96% da área, contra 92% da semana anterior e frente à expectativa de 98%. No ano passado eram 100%, assim como a média das últimas cinco safras. O estado mais atrasado é Michigan, que tem apenas 63% da área semeada, contra 91% de 2018. 

Sobre a soja, o USDA informou que a 85% da área já foi semeada, enquanto na semana passada eram 77%. A média esperada pelo mercado era de 87%, no ano passado o plantio já estava concluído e a média plurianual da oleaginosa é de 97%. E neste caso, Ohio é quem lidera o atraso, com apenas 65% de seu plantio concluído, contra 99% do ano passado e 98% de média. 

GERMINAÇÃO

O USDA informou ainda que 89% das lavouras de milho já germinaram, contra 79% da semana anterior, 92% do ano passado e diante dos 100% de média dos últimos cinco anos. 

Para a soja, o número veio em 71% até o último domingo (23), enquanto eram 55% na semana passada e 91% de média plurianual. 

CONDIÇÕES DAS LAVOURAS

Pela primeira vez nesta safra, o USDA trouxe os índices de condições de lavouras mostrando 54% delas em condições boas ou excelentes. O mercado esperava 57%. Há um ano, 75% das lavouras de milho estavam em boas/excelentes condições e a média é de 69%. São ainda 36% dos campos em estado regular e 10% em situação ruim ou muito ruim. 

No milho, 56% das lavouras se encontram em condições boas ou excelentes, contra 59% da semana anterior. As expectativas do mercado eram de algo entre 57% e 58%. 32% das plantações estão em condições regulares e 12% delas classificadas como ruins ou muito ruins. Na semana anterior, os números eram de, respectivamente, 31% e 10%. 

IMAGENS

Na sequência, veja imagens comparativas das safras 2018/19 de milho e soja em diversos estados. As imagens são do Twitter da especialista internacional Karen Braun (@kannbwx). 

Nebraska

Nebraska 2019

Nebraska 2019

Kansas

Kansas 2019

Kansas 2019

Iowa

Iowa 2019

Iowa 2019

Illinois

Illinois 2019

Illinois 2019

Dakota do Norte

Dakota do Norte

Minnesota

Minnesotta

PREVISÃO DO TEMPO

Nesta segunda (24), o NOAA - o serviço oficial de clima do governo norte-americano - trouxe uma condição bem diferente do que se observada há algumas semanas para o Corn Belt. 

Apesar de menos intensas, as chuvas ainda se mostram bem espalhadas pelo Corn Belt no período de 24 de junho a 1º de julho, com os volumes maiores sendo esperados para Indiana, Ohio, norte de Illinoism Wisconsin e leste de Minnesotta. Nestas localidades os totais podem ficar entre 20 e 45 mm. 

NOAA 7 dias

Outro mapa que chama a atenção dos traders agora é do temperaturas. Afinal, as expectativas são de que as mesmas comecem a, finalmente, subir e favorecer o desenvolvimento das lavouras de soja e milho. Também de hoje a 1º de julho a imagem a seguir, do DTN, indica temperaturas dentro da média ou acima dela no centro dos EUA, segundo o meteorologista do portal, Bryce Anderson. 

Temperaturas 7 dias DTN

Tags:
Por: Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte: Notícias Agrícolas

4 comentários

  • joao luiz ryzik floresta - PR

    Quase todo mundo querendo soja para inox (para enfrentar a seca) e os americanos querendo soja anfibia... vá entender ...

    1
  • Cassiano aozane Vila nova do sul - RS

    Buenas,.., hoje, segunda, 24.06/19, as janelas já estão fechadas nos EUA..., no fim do ciclo vai ter geada queimando muita lavoura atrasada pela chuva e pela sombra..., quebra certa!... agora só falta tutano pra precificar essa água, ... porém, com três, quatro trades comprando no mundo, a cotação somente subirá depois que o grão estiver no saco delas.

    2
    • Virgilio Andrade Moreira Guaira - PR

      Cabe a todos nos abrir novas empresas e agregar valor aos grãos.. Novas cooperativas,,, destilarias de alcool à base de milho,,, novas utilidades para todos os grãos.. Assim caminha a humanidade. Ate comprar ações das 7 irmãs dos grãos.

      0
  • Renato Zanetti

    Há de se observar a veracidade das fotos, visto que, se for comparativa, deveria estar mostrando o mesmo local...

    12
    • Anderson Guadagnin Ibiraiaras - RS

      Bem observado..., deve-se ficar atento a esse tipo de informação...

      0
  • Arlindo Pontremolez Varalta Ibirarema - SP

    Os EUA sao o unico pais do qual escuto falar que a soja nasce dentro d"agua , cresce dentro d"agua e está linda ... e o governo ainda garante se nao plantarem!!!

    Hummmmm!!!.

    Preciso me mudar para la!!!

    0
    • JAC.SEMENTES Bom Jesus - SC

      Kkkkk. Boa amigo, genetica do arroz irrigado...

      0