USDA: Produtividades de soja e milho são reduzidas para safra 21/22 dos EUA; Chicago sobe forte

Publicado em 12/08/2021 13:07 e atualizado em 12/08/2021 16:34 10572 exibições

Logotipo Notícias Agrícolas

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou seu novo boletim mensal de oferta e demanda atendendo às expectativas do mercado com menores produção e produtividade de soja e milho para a safra 2021/22 dos EUA. 

SOJA EUA

O rendimento da soja foi estimado pelo departamento em 56,04 sacas por hectare, contra 56,93 de julho e também aquém da média das expectativas do mercado de 56,23 scs/ha. Assim, a produção também foi revisada para baixo e foi estimada em 118,09 milhões de toneladas, contra 119,88 milhões do boletim do mês passado. 

No entanto, os estoques finais foram mantidos em 4,22 milhões de toneladas, enquanto as exportações foram revisadas para baixo, passando de 56,47 para 55,93 milhões de toneladas e o volume de soja para esmagamento de 60,55 para 60,01 milhões de toneladas. 

As áreas plantada e colhida foram mantidas pelo USDA. 

SOJA MUNDO

O USDA ainda revisou a safra mundial 2021/22 de 385,22 para 383,63 milhões de toneladas, mas subiu os estoques finais de 94,49 milhões para 96,15 milhões de toneladas. 

Os números para as safras do Brasil e da Argentina foram mantidos em, respectivamente, 144 e 52 milhões de toneladas, com exportações estimadas em 93 e 6,35 milhões de toneladas. As importações da China, por sua vez, foram revisadas pelo USDA de 102 para 101 milhões de toneladas. 

SOJA 2020/21

A produção mundial 2020/21 caiu levemente de 363,57 para 363,26 milhões de toneladas, com os estoque passando de 91,49 para 92,82 milhões de toneladas. 

As exportações brasileiras foram corrigidas de 83 para 82,5 milhões de toneladas e as importações da China passaram de 98 para 97 milhões de toneladas. Os estoques finais de soja dos EUA da safra velha foram revisados para cima, passando de 3,67 para 4,34 milhões de toneladas. 

Soja - USDA Agosto

MILHO EUA

No milho, o número também veio abaixo do esperado pelo mercado e ficou em 182,64 sacas por hectare, contra a média esperada de 185,26 sacas e menor também em relação ao mÊs anterior, quando foi projetada a produtividade em 187,77 sacas por hectare. A safra de milho, dessa forma, foi reduzida em mais de 10 milhões de toneladas, passando de 385,21 para 374,67 milhões de toneladas. A média esperada pelo mercado era de 379,7 milhões. 

Os estoques finais também caíram e passaram de 36,37 a 31,55 milhões de toneladas. As exportações também foram corrigidas e ficaram em 60,96 milhões de toneladas, enquanto em julho a estimativa era de 63,5 milhões. 

MILHO MUNDO

No quadro mundial, o USDA trouxe ainda a produção em 1.186,12 bilhão de toneladas, contra 1.194,8 bilhão do boletim de julho, ao mesmo tempo que reduziu os estoques finais de 291,18 para 284,63 milhões de toneladas. 

A safra do Brasil ainda é estimada em 118 milhões de toneladas para a temporada 2021/22 - considerando safra e safrinha -, com estoques finais de 8,43 milhões e 43 milhões de toneladas estimadas para exportação. A Argentina deve colher 51 milhões de toneladas do cereal, os estoques finais do país ficando em 2,43 milhões e as exportações podendo chegar 36 milhões. 

As importações chinesas de milho seguem estimadas em 26 milhões de toneladas. 

Milho - USDA Agosto

 

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

2 comentários

  • Cácio Ribeiro de Paula Bela Vista de Goiás - GO

    Uma nota para ficar em evidência: por alguns meses o NA e a maioria dos analistas aqui entrevistados vinham batendo fortemente na tecla PRECISA FAZER ISSO, FAZER AQUILO..(travar, fazer opções, etc..., etc..., e tal...) Parece evidente que a "sensibilidade" dos produtores falou mais alto ao decidirem ir "mais devagar ao pote"... Mostrando mais uma vez: NINGUÉM DEVE SE JULGAR DONO DA VERDADE ABSOLUTA!!

    1
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      Sr. CÁCIO, o produtor descapitalizado vai na cooperativa ou cerealista e troca antecipado a sua produção pelos insumos. Ou seja, fica devendo X sacos por ha ou alqueire. Muitos compram os insumos com prazo safra que na região SUL vai 30 de Maio e 30 de Setembro. Ou seja, nesses prazos ele deve "encostar o umbigo no balcão e cumprir o acordo" ... Ou estar sujeito "àquelas letrinhas miúdas dos contratos" ... E, quem entra nessa "vibe" sai MUITO MACHUCADO ... ... Esse mecanismo não tem DÓ !!! ... NÃO EXISTE AMIGO OU INIMIGO .... EXISTE RESULTADO A SER ALCANÇADO !!!

      0
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      QUERO DEIXAR MEU "OLHAR" SOBRE A REALIDADE ... Se você se rebelar, o sistema te anula !!! ... Se você for um fraco, o sistema te anula !!! ... Se você, for inteligente, o sistema te carrega !!! ... Como fazer isso? ... ESCUTE O MAURICIO BELLINELO !!! ... & ... TIRE SUAS CONCLUSÕES ...

      4
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      PODEM ATÉ SER ERRADAS... MAS, VOCÊ, PELO MENOS, TEVE OPORTUNIDADE DE APRENDER !!! ...

      0
    • Cácio Ribeiro de Paula Bela Vista de Goiás - GO

      Sr. RENSI, quero deixar bem claro que não sou contra mecanismos de proteção! Pelo contrário, são úteis, importantes e necessários...

      O que questiono aqui é a "incisividade" com que tentam "vender" as informações mercadológicas(as quais podem trazer "embutidos" interesses variados)...

      Vejo, não pouco frequente, uma certa "forçação de barra", o que não é saudável aos agentes envolvidos, sobretudo a quem são dirigidas tais "indicações"...

      Vou usar um ditado aqui que o sr deve conhecer muito:

      "Deve-se ensinar o cavalo ir ao cocho, porém a decisão de beber água é do próprio cavalo"...

      A palavra "cavalo" aqui empregada nada tem a ver com a expressão "cavalinho passando encilhado"... Até porque a crítica não é de cunho pessoal a nenhum dos analistas, pois respeito todos eles!

      Por isso, volto a afirmar: "ninguém é dono da verdade absoluta"! Até porque a dinamicidade dos fatos corroboram a assertiva...

      0
  • Edmundo Taques Ventania - PR

    Resumo da opera: Nós, produtores brasileiros, teremos que produzir 144 milhões de sacas de soja para que a situação de estoques americanos e mundiais da temporada 21/22, fiquem um pouco abaixo do que foi nessa temporada 20/21. A situação que já era ruim, ficou pior!!! Podem esperar por muitas estórias, daquelas que já estamos cansados de ouvir, para segurar os preços, porque a situação está perto da caótica (se já não estiver) e tem tudo para que os preços trabalharem em patamares superiores A TEMPORADA INTEIRA! Abs a todos, fiquem com Deus

    4
    • Cácio Ribeiro de Paula Bela Vista de Goiás - GO

      Sr. EDMUNDO TAQUES, permita-me uma pequena correção: onde se lê "144 milhões de sacas de soja..., leia-se " 144 milhões de toneladas de soja"...

      2
    • Edmundo Taques Ventania - PR

      Verdade, toneladas!! Obrigado pela correção Sr, Cácio!

      3
    • leandro carlos amaral Itambé - PR

      Escutei uma entrevista do Liones no qual ele diz... vai lá na China pergunte para um chinês quanto eles vão produzir ...o chinês responde: o mesmo tanto do ano passado aí você questiona nas quanto produziu ano passado ele te responde não lembro.... ô povo burro??? já o brasileiro gosta de aparecer...

      3
    • Edmundo Taques Ventania - PR

      Pois é Sr. Leandro!!! Eu vi essa live, muito boa por sinal. Foi sair o relatório do USDA de que a coisa tá feia já me surgiu "noticia" de que o Brasil pode produzir 150 milhões de toneladas na próxima safra. Vou falar pra vocês meus amigos, eles não desistem!!! Chega a ser impressionante a quantidade de relatos baixistas que lançam ao ar, um atrás do outro e a grande maioria sem qualquer confirmação!! Credibilidade para que?!? Eu a cada dia que passa estou cada vez mais seletivo no que concerne "analises" e "noticias", ninguém disse hoje, mas vou falar, acredito pelo que tenho visto e pelo que tenho falado com amigos produtores americanos, o relatório de setembro deverá derrubar mais um pouco o índice de soja/acres por lá. Mas isso vocês não ouviram não é?!? Cabe lembrar que em um mundo digital (internet) e globalizado onde não se pode mais controlar eficientemente a informação só resta como método de controle a contrainformação e essa esta ocorrendo sistematicamente. Portanto meus amigos o que posso dizer para vocês? #nãoacrediteemtudoqueouve

      1
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      Sr. EDMUNDO TAQUES ... O MAURICIO BELLINELO nas sua aparições no TEMPO & DINHEIRO que vai ao ar às 12:30 hrs ... MATA A COBRA & MOSTRA O PAU sobre como o produtor rural brasileiro deve se comportar para ganhar dinheiro na hora da comercialização & ...NÃO PRECISA NENHUM "DEPROMA DE DOUTOR" ... Qualquer matuto consegue !!! ... SIMPLES ASSIM !!! .... QUANDO A MAIORIA DOS PRODUTORES ESTIVEREM USANDO ESSA ESTRATÉGIA QUE ELE ENSINA ... AÍ VAMOS VER A "CLASSE" DOS PRODUTORES RIREM DE VERDADE !!! ... & ... COM DINHEIRO NO BOLSO !!! ... QUEM VIVER VERÁ !!!

      14
    • Edmundo Taques Ventania - PR

      Sr. Paulo você se refere ao mercado de opções (seguros de alta e baixa de preços) na bolsa de Chicago? Gostaria muito que o Sr. Mauricio Bellinelo ou o Sr., se possível, explicasse toda a questão fiscal envolvendo tais operações tanto aqui no Brasil, como lá nos EUA, como ficam? Ou seja na hora que eu compro algum seguro aqui, converto Real em Dólar e esse dinheiro vai para os EUA, quanto eu terei de pagar de imposto sobre isso aqui no Brasil para esse dinheiro sair do pais e quanto terei de pagar de imposto lá nos EUA para ele entrar? Caso o seguro seja executado e a seguradora americana venha me ressarcir em dólar lá nos EUA, quanto eu terei que pagar de imposto lá por esse ressarcimento e caso eu queira converter e trazer de volta para o Brasil, quanto eu terei que pagar de imposto para repatriar esse valor aqui? Ainda que seguros tenham um regime diferente, acho difícil que tais operações tanta aqui, como lá, não possuam nenhum tipo de tributação, é justamente sobre essas tributações que gostaria de mais informações. Desde já agradeço. Por fim "brigar" por um preço melhor do nosso produto e "alertar" sobre quem quer deprecia-lo faz parte do jogo não é mesmo?!? Como muitos outros, eu amo minha profissão e sei das dificuldades da mesma, quero a ver devidamente respeitada e principalmente devidamente valorizada!! Abs

      1
    • Edmundo Taques Ventania - PR

      Esqueci de perguntar sobre o regime de tributação, após o repatriamento.., aqui, em caso de ser ressarcido pela seguradora, esse dinheiro ingressa em meu caixa fiscal como renda? Estou sujeito ainda a tributação de imposto de renda sobre esses valores na alíquota de 27,5%? E IOF? Ele entra como operação financeira, está sujeito a esta tributação também? E lá nos EUA, quais tributos sobre renda ou operação financeira (se é que existem eu não sei) incidem sobre as operações? Alguma outra incidência de tributação tanto aqui como lá que eu tenha esquecido? Seria ótimo se alguém tirasse essas duvidas e se alguém as fizer já fica aqui os meus sinceros agradecimentos.

      0
    • leandro carlos amaral Itambé - PR

      Seguro É a maior fria, tanto de lavoura como de preço.....melhor seguro É fazer um plantio pra sobra produto em caixa ou seja muda a metodologia..aí, ao invés de quanto se colhe, a conta passa a ser quanto sobra.... ficar enchendo armazém de cooperativa pra quê?... caixa e mais caixa de agroquímicos... lembrando que pra colher soja de 100 sc por alqueire não precisa investimento....

      1
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      Sr. EDMUNDO, aconselho-o a assistir o TEMPO & DINHEIRO !!! SÃO VÁRIOS ASSUNTOS QUE ELE EXPLICA ... DE UMA FORMA SIMPLES !!!

      Quanto aos "impostos" do passeio do seu dinheiro (Brasil><EUA & VICEVERSA)... Quando você está com esse dinheiro disponível na sua conta no Brasil, você já pagou o imposto do seu lucro e, pra mandar o dinheiro pra lá não precisa pagar nada ... Como o seu endereço fiscal é no Brasil, o lucro que você tem nas operações lá nos EUA não é cobrado nenhum imposto... Só vai ser cobrado quando você for trazer para o Brasil ... Enfim ... VOCÊ NÃO DEVE TEMER O IMPOSTO ... POIS ELE É COBRADO SÓ PRA AQUELES QUE OBTIVERAM LUCRO !!! ... ESSE É O PONTO !!! (exclamação do MAURICIO BELLINELO)

      2