Para superintendente da Cooxupé, alta nos preços do café deve aparecer de 6 meses à 1 ano: "essa crise forte nós já passamos"

Publicado em | 8 exibições

Lúcio Dias espera que safra atual produza 35 milhões de sacas e aposta em 40 milhões de sacas para a safra seguinte. Queda na produção aliada a demanda aquecida e componentes favoráveis no mercado financeiro mundial deve atuar para melhorar o cenário de preços do café.