Cenário de incerteza com novas contas para pagar fazem produtor adiar investimentos e setor de insumos agrícolas já sente os impactos

Publicado em 19/11/2015 12:26 407 exibições
Cenário de incerteza com novas contas para pagar fazem produtor adiar investimentos e setor de insumos agrícolas já sente os impactos
Tags:

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

1 comentário

  • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

    Hoje fiquei sabendo que as senhoras negras que protestaram em Brasilia, contra os movimentos que querem o impeachment da Dilma, foram e voltaram para suas casas com as despesas todas pagas pela CUT.... É o governo Dilma Roussef (apoiado por Kátia Abreu). Lembro quando entidades representativas alegaram que era preciso apoiar Kátia Abreu, pois isso facilitaria muito a vida dos agricultores (quase que garantiria a obtenção das reivindicações dos produtores junto ao governo). Tão fácil como o discurso, é enriquecer depois de estar dentro da "patota". Tem subsidio para a CUT, tem para o MST, para o MTST, para a lei Rouanet, para a "cultura", para os gays, para as aborteiras, para os bandidos presos, mas não tem para o seguro agricola... Aos poucos (primeiro foi Lula, e agora Dilma), vão destruindo a esperança dos brasileiros..., roubaram o futuro do País, atolado em dividas e sem recursos para investir... Menos para os politicos e agregados, que rapidamente se tornam potentados econômicos, numa velocidade só comparável ao Ronaldinho de Lula.... Tenho ouvido que os brasileiros não sabem votar, mas não é verdade, pois não há em quem votar.... 80% dos deputados que estão na câmara, não tem votos; entraram lá pela proporcionalidade, ou seja, não representam os eleitores.... Hoje soube também que os picaretas aprovaram o financiamento público de campanha com restrições ao financiamento privado, enganando o povo, fazendo-o acreditar que com isso, vai diminuir a corrupção... Não se iludam amigos, nesses ai que votam com o governo, a corrupção já está no sangue.

    0
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      Sr. Rodrigo, o Brasil desde os primórdios é um país onde o Estado surgiu antes do que o próprio país. O Brasil ainda não era uma nação, mas seu território era dividido pelo Estado (português) em capitânias. O Estado sempre prevaleceu sobre a sociedade, desde as caravelas.

      Após a redemocratização em 1985, mentes sociais democratas tentaram aplicar suas ideias no campo real e, após vários desacertos tanto no campo social como econômico. Surge então um novo modelo, fruto de um "ovo de serpente", chamado de capitalismo de comparsas, ou melhor, capitalismo de quadrilha, onde são beneficiados os seus comparsas de crime.

      Esse é o modelo que o lulopetismo aplicou no país, onde com a injeção de generosos recursos públicos, a juros de pai para filho, escolheu os empresários campeões para receberem tais benesses. Causando maiores estragos na economia do país.

      Todas as mazelas que aí estão só tem um culpado: A SOCIEDADE !!!

      O que fazer? O que acham de começarmos a formar cidadãos, para construirmos uma SOCIEDADE DE CIDADÃOS !!

      E não de "malfeitores"!!! Sei que vai demorar, mas se tivessem nossos antepassados começado, provavelmente não estaríamos vivenciando essa triste realidade.

      Continuamos a não ser uma nação, somos um povo apátrida e, esse território continua de ninguém.

      Ouso afirmar num bordão: BraZil, PÁTRIA DE POUCOS !!!

      0
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      Só para reforçar o seu comentário Sr. Rodrigo, na passeata das mulheres negras aparecem várias bandeiras da CUT, MST, UNE. O QUE ESSAS BANDEIRAS ESTAVAM FAZENDO LÁ ??

      0