O agro já usa o acelerador Síncrotron no estudo da estrutura atômica de materiais. Com o novo, o Sirius, BR liderará no mundo

Publicado em 07/12/2017 09:09
656 exibições
Análises de partículas aceleradas em altíssima velocidade, para que a radiação possa ‘tomografar’ propriedades infinitesimais e assim desenvolver materiais e produtos, já são demandadas por áreas de fertilizantes e recuperação de solos, entre outros. Com o novo superlaboratório, para 18/19, a tecnologia entrará para o ‘estado da arte’, ponto mais alto do conhecimento científico.
Por: Giovanni Lorenzon
Fonte: Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Ricardo Furtado Cosmópolis - SP

    Fantástico, em meio a tanta crise e desordem, eis os verdadeiros brasileiros que seguem trabalhando para realmente levar o nosso país, para frente.

    0