Pesquisa digital tem como objetivo mapear os principais riscos para a segurança no campo

Publicado em 04/03/2021 15:57 e atualizado em 04/03/2021 16:36 761 exibições
Carlos Zumerle e Marco Ripoli - Esp. em Seg. do Agronegócio e Fundador do Programa O Agro Não Para
Ações preventivas e comunitárias estão entre as sugestões para evitar crimes em área rurais

Podcast

Entrevista com Carlos Zumerle e Marco Ripoli sobre a Segurança no Agronegócio

Download

LOGO nalogo

Para participar do estudo e responder a pesquisa, clique aqui - A participação é gratuita e protegida conforme a Lei de Proteção Geral de Dados.

As áreas rurais, por estarem distantes dos grandes centros urbanos, acabam sendo alvos para criminosos e um levantamento encabeçado por Carlos Zumerle, especialista em segurança no campo, tenta mapear a ação dos criminosos. Para esse mapeamento, Zumerle elaborou uma pesquisa digital para que produtores rurais de todo o país pudessem colaborar.

Dentre as ações criminosas mais corriqueiras estão roubo, furto e invasão de propriedade. No entanto, esses crimes nunca foram compilados com exclusividade e acabaram perdidos em base de dados gerais das forças brasileiras de segurança. Por isso, uma das intenções de Zumerle é ter números mais embasados  sobre a criminalidade no campo.

Para esse trabalho, o especialista em segurança está contando com o auxílio de parceiros do agronegócio, como é o caso de Marco ripoli, fundador do movimento "O Agro não Para". Para Marco, compreender a realidade da segurança no campo é uma necessidade que pode tornar o campo mais produtivo.

mapeamento do crime

Por:
Ericson Cunha
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário