Semana começa com oferta restrita de animais e frigoríficos fora das compras para entender o mercado

Publicado em 11/05/2015 12:44 e atualizado em 11/05/2015 13:58
299 exibições
Semana começa com oferta restrita de animais e frigoríficos fora das compras para entender o mercado

A semana começou com poucas negociações, oferta restrita e os frigoríficos fora das compras esperando o balanço das vendas do dia das mães.

Alex Santos Lopes, consultor da Scot Consultoria explica que tradicionalmente no mês de maio o volume de oferta é maior, porém diante da escassez de gado, ainda não é possível prever qual é o número aproximado de animais prontos no mercado. Diante disso, os frigoríficos esperam uma definição deste cenário para se posicionar quanto a preços.

Na média as escalas estão variando de 3 a 4 dias, apenas algumas indústrias conseguem alongar o abate para 7 dias. Diante disso, em São Paulo os negócios acontecem entre R$ 147,00 a R$ 149,00 a arroba à vista.

"Temos que esperar os próximos dias para ver qual será a real situação da demanda - passamos por um período de muito bom de venda de carne, consequentemente a população vai capitalizar - por isso é possível haver uma redução de demanda nos próximos dias", afirma Lopes. No entanto, considera que no decorrer da semana não devemos ver fortes pressões de baixa na arroba do boi gordo.

Diante da melhora na demanda e redução no preço da carne, os frigoríficos conseguiram recuperar as margens, voltando a trabalhar com 18%, próximo ao que era observado em 2014.

Tags:
Por: Aleksander Horta e Larissa Albuquerque
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário