Frigoríficos iniciam movimento de pressão nas cotações do boi e reduzem em até R$4,00/@ as ofertas em SP. No MS recuo chegou a R$8,00/@

Publicado em 03/03/2016 12:27
Mas diante de novos patamares ofertados por frigoríficos , vendedores saem do mercado. Queda de braços deve continuar nos próximos dias

 

Podcast

Frigoríficos iniciam movimento de pressão nas cotações do boi e reduzem em até R$4,00/@ as ofertas em SP. No MS recuo chegou a R$8,00/@

Download

Diante do encurtamento das margens, os frigoríficos iniciaram o movimento de pressão sobre as cotações do boi gordo. Em São Paulo a tentativa de reduzir até R$ 4,00/@ não obteve negócios.

No Mato Grosso do Sul, os vendedores também se retraíram no mercado diante das ofertas até R$ 8,00 abaixo da referência. De acordo com o consultor da Scot Consultoria, Alcides Torres, esse cenário é generalizado em todo o Brasil central.

Em um contexto parecido, em 2015 as indústrias iniciaram o movimento de pressão quando as margens chegaram próximas a 10%. Neste ano, a movimentação já tem sido observada em resultados de 14% a 15%.

"O que é preciso observar agora é se esse movimento vai perdurar, porque as escalas de abate que tinha começado a evoluir, hoje já levaram um novo susto", ressalta Torres.

Segundo ele, essa pressão nada tem de relação com os fundamentos do mercado, uma vez que a oferta de animais neste período do ano tem sido bastante baixa, dificultando até mesmo o preenchimento das escalas dos frigoríficos, que operam em média com 4 dias úteis.

No ano passado, o desdobramento deste movimento foi o enxugamento da capacidade produtiva das indústrias. Neste ano Alcides acredita que esse ajuste não deve acontecer ou "ocorrer, mas não na mesma intensidade de 2015", explica.

Neste sentido, o analista considera que os pecuaristas devem aguardar os próximos dias para entender melhor como o mercado irá reagir a essas pressões, e planejar melhor a estratégia de venda.

Tags:
Por:
Aleksander Horta e Larissa Albuquerque
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário