Pressão negativa sobre os preços da @ do boi aumenta e frigoríficos já ofertam R$146,00/@ em SP

Publicado em 23/01/2017 15:59
313 exibições
No entanto, vale lembrar que nesses patamares não se efetivam negócios. Para comprar, frigoríficos precisam pagar R$2,00 a mais pela arroba
Confira a entrevista de Douglas Coelho - Analista Radar Investimentos - São Paulo-SP

A pressão sobre a arroba do boi gordo se intensificou neste início de semana. Segundo levantamento da Radar Investimentos as ofertas de compra ocorrem a R$ 146/@, mas sem volume de negócios efetivados neste patamar.

Para o analista da Radar, Douglas Coelho, o movimento indica o fraco escoamento da carne bovina no mercado interno, além “da melhora na disponibilidade de animais especialmente em regiões vizinhas a São Paulo”, diz.

Coelho lembra que São Paulo vivia uma realidade paralela de preço em relação aos demais estados. Mas, a pressão se intensificou nos últimos dias e o movimento deve persistir.

“Não acredito que os frigoríficos voltem atrás nos próximos dias, mesmo porque estamos no início desse movimento”, diz o analista.

Segundo ele, nem mesmo a típica virada de mês que aquece a procura por animais será capaz de reverter a pressão de baixa. No mercado paulista as escalas de abate atendem em média quatro dias úteis.

Coelho aconselha os pecuaristas a acompanhar o mercado e realizarem vendas conforme identificarem margem. No período de safra os produtores têm maior poder de negociação já que os custos de manter os animais no pasto são reduzidos.

Por: Aleksander Horta e Larissa Albuquerque
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário