Preços do boi gordo continuam subindo no Brasil e tendência de alta é consistente

Publicado em 15/08/2017 12:38 5255 exibições
Confira a entrevista com Lygia Pimentel - Consultora da Agrifatto
Escalas em processo de encurtamento, sugestão de margens positivas no atacado e varejo, além de bons números nas exportações brasileiras criam um ambiente favorável para a recuperação das cotações no Brasil. Mercado se volta, finalmente, aos fundamentos. Negócios na casa dos R$ 131/@ e, pontualmente, nos R$ 140.

LOGO nalogo

Lygia Pimentel, consultora da Agrifatto, destaca que, no mercado do boi gordo, as escalas estão em processo de encurtamento, tendo em vista que há uma sugestão de margem positiva na comparação do preço da carne com o animal.

As exportações vê bastante aceleradas, o que gera um interesse da indústria em manter a atividade alta. Estes fatores trazem alívio para os frigoríficos neste momento.

Há uma oferta que permite escalas em níveis confortáveis, apesar do período de entressafra no mercado.

Neste momento, o pecuarista está voltando a negociar, de maneira tranquila, elevando os valores recebidos pelo boi gordo, fator que é percebido pelo indicador Cepea/Esalq. A alta vai se consolidando conforme o avanço da entressafra.

O primeiro giro de confinamento veio bastante fraco por conta das incertezas. Agora, o segundo giro vem mais forte, também em um interesse especulativo, de olho nos fundamentos essenciais do mercado.

Entretanto, ainda há um certo risco, mais elevado do que a média, necessitando um período para que este mercado possa se estabilizar em relação a estes fatores.

Neste momento, os negócios estão por volta de R$131/@ em São Paulo, com negócios esporádicos acima dos R$140/@, mas muito pontuais. A tendência deve continuar firme nas próximas semanas, como destaca Pimentel.

Por:
Carla Mendes e Izadora Pimenta
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

3 comentários

  • João Abib Mansur Curitiba - PR

    Abate de Vacas para diminuir o estoque de oferta de bezerros ,sem isso estaremos sempre a mercê dos frigoríficos.

    0
  • Dalzir Vitoria Uberlândia - MG

    Caro Celso...penso diferente de voce...esta começando a faltar e vai continuar e aumentar a falta e os preços devem continuar subindo...

    2
  • Celso de Almeida Gaudencio Londrina - PR

    Alta no preço do boi gordo - Não entrem nessa... o período de alta logo desvanece... Serve como estímulo para colocar animais no cocho. Se isso acontecer vai ser um tiro no pé. Somente venda se precisar. A proteína bovina somente vai ter valor real quando a carne estiver faltando no açougue... hoje está sobrando boi no pasto.

    4