Alta no preço do frango dá sinais de que custo da carne bovina para consumidor final já está no limite

Publicado em 10/09/2020 14:46 e atualizado em 10/09/2020 15:32 2566 exibições
Fernando Henrique Iglesias - Analista da Safras & Mercado
Depois de China, reabertura do comércio pós pandemia pode incrementar compra dos países da União Européia e Oriente Médio

Podcast

Entrevista com Fernando Henrique Iglesias - Analista da Safras & Mercado sobre o Mercado do Boi Gordo

Download

LOGO nalogo

Em entrevista ao Notícias Agrícolas, o Analista da Safras & Mercados, Fernando Henrique Iglesias, o mercado pecuário segue firme diante da oferta restrita  de animais. “A tendência é que esse cenário continue firme até o final deste ano já que a demanda chinesa tem contribuído com o escoamento da produção. Nossa estimativa é que as cotações da arroba tenham novos reajustes nas próximas semanas”, afirma.
 
A demanda externa tende a ficar mais aquecida com a retomada de alguns países a procura da carne brasileira, como a União Europeia, Oriente Médio, Japão e Chile. “Nós precisamos lembrar que a China foi o primeiro país que saiu da pandemia, enquanto, o restante dos países enfrentava o isolamento social. Como a Peste Suína Africana está presente no mercado, a tendência é que a China continue comprando muita proteína nos próximos meses”, destaca.
 
Para os frigoríficos que não atuam nas exportações, a margem de lucro está menor já que estão negociando animais ao redor de R$ 245,00/@ e somatório receber R$ 235,00/@. “Nós já temos um processo de retomada se consolidando no mercado interno, isso é um aspecto importante em que estamos por um processo de reabertura do comércio”, relata.
 
O analista aponta que a economia não vai retomar para os patamares observados antes da pandemia. “O nível de desemprego deve ser alto, por isso é importante ficar atento ao comportamento da economia e como isso pode afetar a demanda por proteína animal”, aponta.

Por:
Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário