Pressão sobre cotações da @ do boi deve seguir no início de setembro com escalas de abate alongadas e mercado interno patinando

Publicado em 30/08/2021 12:14 e atualizado em 30/08/2021 16:00
Caio Toledo Godoy - Consultor em Gerenciamento de Riscos da StoneX
Inflação em alta e renda comprometida limitam crescimento do consumo e população procura proteínas alternativas mais baratas

Podcast

Entrevista com Caio Toledo Godoy - Consultor em Gerenciamento de Riscos da StoneX sobre o Mercado do Boi Gordo

Logotipo Notícias Agrícolas

O cenário de pressão baixista nos preços da arroba bovina deve seguir até o mês de setembro, já que as indústrias ainda seguem com as escalas de abate confortáveis e com o escoamento da carne lento no mercado físico. Atualmente, as referências estão ao redor de R$ 307,00/@ a R$ 310,00/@ no estado de São Paulo. 

De acordo com o Consultor em Gerenciamento de Riscos da StoneX, Caio Toledo Godoy, as programações de abate no Brasil atendem uma média de 7 a 10 dias úteis. “Tem localidades que contam com escalas ainda mais alongadas que a média do País, mas acreditamos que isso deve limitar novos ajustes de preços para arroba no curto prazo”, comentou. 

O desempenho das  exportações segue muito positivo, mas ainda não é suficiente para impulsionar os preços da arroba. “Precisamos destacar que 70% da nossa produção fica no mercado interno e é o que predomina na formação de preços da arroba”, informou. 

Confira a entrevista completa no vídeo acima

Por:
Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário