Pecuaristas de GO já falam em prejuízos com atraso na entrega do boi e cotações pressionadas

Publicado em 27/09/2021 11:59 e atualizado em 27/09/2021 15:43 1575 exibições
Renato Esperidião - Pecuarista
Frigoríficos em GO testam preços de R$275/@ para boi balcão, valores inferiores aos praticados, inclusive, para vaca gorda no estado

Podcast

Entrevista com Renato Esperidião - Pecuarista sobre o Mercado do Boi

Logotipo Notícias Agrícolas 

Após a confirmação de dois casos atípicos da doença ‘vaca louca’, os pecuaristas da região de Goiânia/GO já relatam prejuízos com a desvalorização da arroba nas últimas semanas. Segundo o pecuarista da localidade, Renato Esperidião, os pecuaristas que contavam com animais terminados no confinamento ficaram comprometidos. 

“Os animais que estavam com dias contados no cocho já estão ficando mais dias na engorda, porém o valor da arroba despencou e os custos de produção aumentaram. O que gastamos com os animais nesses vinte dias que ficaram a mais no confinamento não vamos ter retorno na venda do gado, sendo que nós acreditamos que um animal vai dar de R$ 300,00 a R$ 400,00 de prejuízo”, comentou. 

As indústrias frigoríficas no estado estão testando valores balcão de R$ 275,00/@ para o boi gordo, que estão R$ 15,00/@ menores do que os preços praticados no início de setembro. “Os grandes frigoríficos não querem comprar o animal para não aumentar os estoques e ofertam preços menores que é muito difícil alguém aceitar. Já as pequenas indústrias estão pagando preços melhores”, ressaltou. 

Os preços da vaca gorda já são superiores ao do boi gordo, sendo que estão cotadas ao redor de R$ 280,00/@ a R$ 285,00/@. “O frigorífico menor prefere comprar a vaca já que tem um aproveitamento melhor da carcaça e deixar mais tempo resfriando na câmara fria”, pontuou.

Por:
Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário