Margens dos frigoríficos aumentaram e atingiram maior percentual dos últimos 2 anos, após queda de 14% na @ do boi desde o início de setembro

Publicado em 21/10/2021 12:29 e atualizado em 21/10/2021 17:37 3918 exibições
Hyberville Neto - Analista da Scot Consultoria
O índice Scot equivalente carcaça está em 23,8% contra média histórica de 15% e o equivalente desossa está em 22,5% contra média de 19%

Podcast

Entrevista com Hyberville Neto - Analista da Scot Consultoria sobre o Mercado do Boi Gordo

Logotipo Notícias Agrícolas

Em entrevista ao Notícias Agrícolas, o analista da Scot Consultoria, Hyberville Neto, destacou que as margens das indústrias frigoríficas estão no melhor patamar dos últimos dois anos. “Quando consideramos os preços de venda de todos os produtos do abate, seja com a opção da carcaça ou com a carne desossada, frente aos preços do boi gordo temos a melhor margem dos últimos dois anos”, comentou. 

O índice de equivalência carcaça da Scot Consultoria  mostra que a indústria frigorífica tem uma receita por animal abatido de 23,8% maior do que o preço atual do boi gordo . “A média histórica sempre ficou em 14% a 15% , sendo que em alguns períodos mais positivos fica em 17%. Quando consideramos o índice de equivalência desossa, a média histórica é de 19% , mas atualmente esse índice chega a 22,5%, que também leva em conta a venda de todos os cortes e dos subprodutos do animal abatido”, ressaltou.

As indústrias estão trabalhando com cautela e acompanhando como está o escoamento da carne no atacado, por isso contam com programações de abate mais confortáveis. “Nós não esperamos uma inversão drástica de cenário de preços no mercado do boi gordo no curto prazo”, informou. 

Por:
Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário