Boi: alta do dólar pode minimizar falta da China no mercado de carnes e viabilizar novas exportações

Publicado em 22/10/2021 12:34 e atualizado em 22/10/2021 16:02 3037 exibições
Caio Junqueira - Analista de Mercado da Cross Investimentos
Num cenário em que a oferta de animais prontos para abate tende a reduzir ao longo de novembro, perspectivas para mercado são menos ruins

Podcast

Entrevista com Caio Junqueira - Analista de Mercado da Cross Investimentos sobre o Mercado do Boi Gordo

Logotipo Notícias Agrícolas

A valorização cambial dos últimos dias pode ajudar a minimizar os impactos da ausência da China nos embarques de carne bovina. As indústrias que são habilitadas à exportação voltaram a abater os animais e estão tentando negociar com outros países e também colocar uma parte da produção no mercado interno.  

De acordo com o  Analista de Mercado da Cross Investimentos, Caio Junqueira,  a cotação do dólar disparou diante das falas do presidente, Jair Bolsonaro, que influenciou o câmbio. “Atualmente, o preço está próximo de R$ 5,72 e traz um alívio para as indústrias que podem negociar com algum outro país”, informou. 

As indústrias frigoríficas estão ofertando preços ao redor de R$ 260,00/@ a R$ 270,00/@ no estado de São Paulo. “Estamos notando um interesse maior por parte das indústrias em tentar negociar animais nestes patamares, isso mostra que os frigoríficos estão conseguindo preços melhores pela carne”, comentou.

Com relação ao mercado interno, as indústrias frigoríficas reduziram a produção após a divulgação dos dois casos atípicos da doença da vaca louca. “Com a redução da produção se ofertou menos no mercado doméstico e isso contribuiu para a sustentação da cotação do boi casado. Somente nas duas últimas semanas, o preço do boi casado recuou e está precificado em R$ 17,40/kg”, afirmou. 

O confinador está com um prejuízo de R$ 800,00 a R$ 1.300,00 por cabeça e isso está desestimulando os produtores a permanecer na atividade. “Os pecuaristas ficaram com a expectativa da China retomar os embarques e deixaram os animais por mais tempo no cocho, mas isso não aconteceu e tem muitos confinadores desestimulados”, apontou. 

Por:
Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

1 comentário

  • Julio César Cardoso Cardoso Balneário Camboriú - SC

    País produtor de alimentos como o Brasil devia inicialmente atender ao mercado interno e exportar apenas o excedente. O preço da mercadoria ao consumidor interno não devia ficar atrelado à bolsa de commodities. O produtor e exportador devem respeitar o consumidor nacional e não visar somente ao lucro excessivo na bolsa internacional. O preço da mercadoria aqui produzida e consumida no mercado interno, mormente por consumidores de parcos recursos, deveria ser inferior ao praticado no mercado externo.

    55
    • Leodir Vicente Sbaraine Terra Roxa - PR

      Pois é meu amigo Júlio, só que tem um detalhe, pra produzir esses Alimentos que vc. diz estar muito caro e deveria exportar somente o Excedente não tem como, pois pra produzir Dependemos praticamente 100% dos insumos oriundos de outros Países, cujo preço é um absurdo de caro, entendeu agora o Porquê que acontece isso?

      4
    • Leodir Vicente Sbaraine Terra Roxa - PR

      Isso meu amigo Júlio, é apenas uma explicação à grosso modo, daria pra escrever um livro detalhando os demais problemas....

      1
    • Gilberto Rossetto Brianorte - MT

      Sr. Julio, comece pelo bem mais fácil: Balneario Camboriu é um problema sério, chega temporada tudo entupido, desde ruas, padarias, restaurantes, mercados, etc, etc. Os moradores locais (internos) vivem o caos e a maioria não gosta dessa muvuca. Então vamos fazer assim: vamos admitir só uns 50.000 mil turistas (externos), o que exceder isto, ficarão prá outra temporada. Coloque uma placa naquelas duas entradas da cidade: LOTADO, hoje só para os moradores locais (internos).

      Depois que vc. fizer isso, comece a pensar em economia interna e externa, tem uns livros bem interessante prá voce ler e aprender. E abre os olhos, que não estamos mais no século XV, XVI ... já passamos da era industrializada.

      Outra coisa, tente convencer os 187 paises que comprem comida nossa que daqui em diante deverão passar fome.

      E devolva teu celular, computador, TV e outras para os Chineses, Japoneses, EUA, ... afinal eles são externos.

      Mas, com todo respeito, agora que alargaram a praia de Balneario Camboriu voce: poderia plantar batatas aí!!!!!!

      3
    • Gilberto Rossetto Brianorte - MT

      Se optar por cuiltivar batatas na praia, talvez vc. use cocô de cachorro como adubo, já que o Brasil importa quase 90% dos fertilizantes, use os locais prá carpir a roça, já que quase 100% dos herbicidas também vem de fora e peça pra guardarem os bitucas de cigarro prá fazer uns chás prá espantar as lagartas, bezouros, e outros intrusos, já que os pesticidas também são fabricados fora do Brasil.

      Mande fotografias da plantação de batatas.

      4
    • Éderson kappes Uruçuí - PI

      Julio, a produção de carne do Brasil é a soma de toda produção de cada produtor individualmente, onde todos buscam a melhor forma de conduzirem seus negócios, ... e lhe digo que não esta fácil nem mesmo manterem-se nesse ramo. Não ha lucro exorbitante, ao menos da cadeia produtiva.

      Muitas coisas encarecem a produção, falta de infraestrutura no geral, impostos, até a cadeia que percorre a carne do produtor até a prateleira do açougue.

      Se os preços do mercado interno fossem fixados, como você sugere, tende a diminuir a produção, ai teríamos um melhor da carne, mas não haveria carne. Preço bom, mas sem produto.

      2
    • Aloísio Brito Unaí - MG

      Por favor, ao leigos, leiam algo sobre ‘cadeia de produção de alimentos e sua complexidade’, Dependência entre mercados e produção manufaturada e agregação de valor nos produtos primários. Terão uma ideia de todo esse seu questionamento. Mas não ache que irás interpretar as explicações técnicas numa rápida leitura.

      2
    • Gilberto Rossetto Brianorte - MT

      Tem gente, como Julio e Marcos, que preferem restringir comida para os irmãos de outros 187 paises, do que aumentar a renda do brasileiro, para que ele possa comprar comida aqui. Se falta o prato prato do brasileiro não está cheio não é por falta de comida, mas sim por falta de renda. E a renda não existe porque teve um partido que ficou 16 anos no poder e ao sair deixou 14 milhões de desempregados.

      3
    • Gilberto Rossetto Brianorte - MT

      corrigindo: Se o prato do brasileiro não está cheio, não é por falta de comida, mas sim de renda, de emprego.

      0
    • Éderson kappes Uruçuí - PI

      Ta igual a manifestação do mst dias atras com frases "soja nao enche prato"... Baderna, depredação e pixação deve encher né.

      2
    • carlo meloni sao paulo - SP

      Quanto tempo estamos perdendo com um demente, que come sem trabalhar e ainda cospe no prato,-----Devemos ter pena das suas limitaçoes e SIMPLESMENTE ESQUECE-LO

      3
    • Éderson kappes Uruçuí - PI

      Esqueceremos-o Carlos Meloni, com o maior prazer. Mas deixamos a mensagem pra tantos outros iguais a ele que querem fazer barulho.

      Na verdade até queria debater com eles, acho que o que os regem é a ignorância e não a ma fé.

      Fiz algumas perguntas ao marcos calas e ainda estou sem resposta. Acho que ele é um perfil fake.

      2
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      Sr. ÉDERSON KAPPES ... NÃO ADIANTA ! ISSO É GASTAR VELA EM DEFUNTO "RUIM" ... É UMA ALMA PENADA !!!

      Note que os comentários permanece até o "ANJO" detectá-lo ... Aí são apagados ... "ISSO DADO É CARO" !!!

      3
    • elaine aparecida carv alho grade mancini cambe - PR

      Continunando. Alguns querem emprego dentro de escritorio. A maioria acha que o governo tem obrigacao de sustenta-los. Querem Minha casa minha vida, bolsa gas, bolsa escola, um carro financiado pra passear e uma rede pra ficar deitado a semana inteira. Ou seja, uma parte se lasca trabalhando pra sustentar vagabundo. Nao vejo um petista falando em melhorar ensino e escolas tecnicas, que é aonde falta mao de obra especializada.

      4
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      Os petistas seguem o "SEU" líder literalmente ... Ele se orgulha em não ler NADA ... Então ... escolas para aumentar o conhecimento ... isso é pra "burguês" !!!

      0
    • Aloísio Brito Unaí - MG

      A complexidade dessa questão é tão GIGANTE no Brasil, que eu nem atrevo a me posicionar. Precisaríamos de horas de debate.

      Para iniciar tudo corretamente teríamos que mudar toda a ideia institucional pública e política brasileira e, até mesmo na nossa cultura e na estruturação da educação fundamental no País. Mudanças estruturais e cultuais é algo tão complexo nesse País, que muitos paradigmas culturais teriam que ser alterados radicalmente. Entretanto, acredito que se continuarmos com esse Governo do Presidente Jair Bolsonaro e toda a equipe que o auxilia, poderemos ter iniciado esse processo.

      3
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      O "LEGADO" DO BOLSONARO É: ...

      "A MUDANÇA DO MODO DE PENSAR" !!!

      SER HONESTO QUANTO AOS PRINCIPIOS MORAIS NÃO DEVE NOS ENVERGONHAR !!!

      FORA PROGRESSISTAS BANDIDOS & LADRÕES !!!

      1
    • EDMILSON JOSE ZABOTT PALOTINA - PR

      Acho que não tem. Mais nada a acrescentar neste debate .... Só dizer " Júlio você poderia dormir sem essa....kkkk vc Júlio deve ser um da queles que acha que Leite da direto na caixinha .....kkk

      2
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      ESTRANHO !!! Achei que essa palavra "serviço" não constava no seu dicionário.

      Você só usa ela nos seus debates com os "obscurantistas" ou, faz uso do que ela representa no seu dia-a-dia ?

      Ah! Ela só serve para ser usada nos "debates" !!!

      Você deve se juntar aos ecologistas, é uma classe que tem aumentado muito ultimamente ... & ... as "palavras" que você deve levar como "Norte" é:

      VÁ CATAR MINHOCA !!!

      1
    • elaine aparecida carv alho grade mancini cambe - PR

      Noticias agricolas, porque nao bloqueia uns ignorantes como este Julio, mais um tal de Marcio Calas. Cada um no seu quadrado. Julio, va se juntar com sua turma, a PeTezada

      2
    • Julio César Cardoso Cardoso Balneário Camboriú - SC

      Democracia e respeito são valores do estado democrático de direito. Opiniões contrárias fazem parte de qualquer sistema civilizado. Conotações político-partidárias não deveriam aqui ser relacionadas, mesmo porque o Brasil não tem cor partidária.

      11
    • Aloísio Brito Unaí - MG

      Sr Júlio Cardoso, sobre o que o senhor escreveu a respeito da Democracia, está correto. No entanto, o senhor concorda com as medidas cautelares que o Ex. Ministro do STF, Alexandre de Moraes vem utilizando contra cidadãos brasileiros de bem?

      Acho q esse debate por aqui já extrapolou o assunto questionado pelo senhor no primeiro texto. Já mudamos totalmente da questão apresentada pelo senhor para debate. Além de termos nos prolongado muito, já perdeu o propósito. Por favor, siga aquele conselho que escrevi anteriormente. É sempre muito bom estudarmos antes de sairmos cuspindo opniões aleatórias sem nenhum embasamento técnico ou de experiência própria.

      2
    • EDMILSON JOSE ZABOTT PALOTINA - PR

      Não precisa bloquear não. Deixa ele aí , pra levar cacete ....kkkk

      2