Cafés Especiais: Brasil segue buscando espaço de destaque; setor está mais exigente e produtor investe cada mais nas lavouras

Publicado em 04/12/2019 16:34 e atualizado em 04/12/2019 18:55
1137 exibições
Mercado tem sido cada vez mais almejado pelo cafeicultor, tendo em vista que os cafés convencionais tiveram aumento de 3% no ano, contra um salto 15% observados no mercado de café especiais
Fernando Barbosa - Produtor Rural - São Pedro Da União/MG

Podcast

Cafés Especiais - Entrevista com Fernando Barbosa - Produtor Rural - São Pedro Da União/MG

Download

LOGO nalogo

Cada vez mais os consumidores de café têm buscando por cafés de qualidade e diferenciado. O Brasil, apesar de ser o maior produtor e exportador do café arábica, ainda busca seu espaço de destaque neste mercado. 

Segundo o produtor de cafés especiais, Fernando Barbosa, depois de ficar para trás durante alguns anos, o Brasil de fato começa a buscar o seu espaço, principalmente pela procura do consumidor que aumentou, está cada vez mais exigente e também graças ao investimento de produtores no setor.

"Cada região foi crescendo, participando de concurso e hoje nós temos mais crescimento que o commoditie. Hoje o commoditie tem um crescimento de 2 ou 3% a nível mundial, enquanto o café especial deu um salto de 10 a 15%", afirma o produtor.

Ele destaca ainda que os dados puderam ser observados de perto durante a Semana Internacional do Café que aconteceu no mês de novembro em Belo Horizonte. "A gente observou que os produtores estão falando a mesma língua que o comprador", destacou.

Café especial - Fernando Barbosa
Produção de café especial - Foto: Fernando Barbosa
 

Afirma ainda que cada vez mais, produtores fazem questão de contar como tem sido os trabalhos de lavouras, destacando os produtores especiais. "Eu vejo com bons olhos, porque quando o produtor está falando a mesma língua, espeficando a região, isso valoriza cada vez mais", comenta. 

Fernando destaca ainda que através dos programas especiais de grandes empresas, acontece de maneira natural uma cobrança para que cada vez mais, bons cafés sejam produzidos ao mesmo tempo que produtores cada vez mais se interessam em produzir o produto de qualidade, além de se tratar um mercado que se apresentou mais rentável no último ano diante dos preços abaixos do esperado que cafeicultores enfrentaram com os grãos tradicionais. 

Produção de café especial - Foto: Fernando Barbosa
Produção de café especial - Foto: Fernando Barbosa
 

O produtor destacou ainda foram enfretados muitos problemas climáticos durante o desenvolvimento da safra, mas que produtores de São Pedro da União/MG conseguiram driblar os problemas. Afirmando ainda que já os produtores, de outras regiões, que tiveram prejuízos devem demorar até pelo menos três anos para normalizar a situação nas lavouras. 

Confira a entrevista completa no vídeo acima 

Por: Virgínia Alves
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário