Café: Um ano após a geada severa, preocupação do mercado se volta para risco do La Niña afetar recuperação do Brasil em 2023

Publicado em 21/07/2022 16:09
Fernando Maximiliano - Analista de Café da StoneX
Análise da StoneX destaca que qualquer onda de frio pode movimentar os preços, mas que possibilidade de evento climático pelo terceiro ano consecutivo traz muita preocupação ao mercado e cautela para o produtor

Podcast

Sem novidades e com produtor focado na colheita, dias têm sido de poucos negócios, apesar da volatilidade

Há um ano o produtor de café arábica acordava com a ocorrência de geada nas principais áreas de produção do país. O evento climático trouxe bastante impacto na safra sendo colhida e aumentou a preocupação do mercado em relação à oferta do produto. 

Com a colheita em pleno acontecimento e com relato de atraso, o produtor segue observando bastante volatilidade nos preços de café na Bolsa de Nova York (ICE Future US) e participa do mercado a medida que precisa fazer caixa. 

Mas, a partir de agora, segundo o analista de mercado Fernando Maximiliano, da StoneX Brasil, as preocupações já se voltam para o risco do terceiro ano consecutivo com La Niña no parque cafeeiro. A preocupação, de acordo com ele, é que um atraso no regime chuvoso ou  chuva irregular, como foi observada nos últimos dois anos com a La Niña, traga problemas para a safra de 2023, até agora esperada como uma possível recuperação na produção brasileira. 

Em fase de fraca intensidade, os modelos meteorológicos passaram a indicar, nas últimas semanas, o pico do evento climático a partir do mês de outubro afetando o regime de chuvas no Centro-Sul do Brasil. Se confirmado, o La Niña pode novamente cortar as precipitações na região Sul e provocar atraso e irregularidade na estação chuvosa no Sudeste do país. A tendência é que o La Niña com intensidade moderada aconteça em outubro, novembro, dezembro. 
 

Confira a entrevista completa no vídeo acima 

 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário