Chuvas volumosas e concentradas no RS, que obrigaram muitos produtores a fazerem replantio das lavouras, tendem a diminuir

Publicado em 29/11/2018 14:32
692 exibições
Apesar do excesso de chuva que provocou aumento no custo de produção, resultado final das lavouras de soja no RS deve ser positivo
Cristina Queiroz - Rural Tecnologia

Podcast

CropView com Cristina Queiroz - Rural Tecnologia

Download

LOGO nalogo

Nesta quinta-feira (29), Cristina Queiroz, da Rural Tecnologia, trouxe as análises do CropView para três municípios do Rio Grande do Sul, em um momento no qual as chuvas que caem no estado atrapalham o produtor na questão do desenvolvimento da safra.

Dependendo da localidade, há uma dificuldade de encontrar janela para o plantio da soja - há produtores que estão no quinto replantio. Em novembro, não foi possível plantar porque os volumes foram grandes e ocorreram de forma concentrada. Contudo, o resultado das análises, todas para a soja de 120 dias, é positivo, embora haja a preocupação com os focos de ferrugem.

Em Tupanciretã, considerando um plantio de 20 de outubro, cerca de 520mm de chuvas foram acumulados, mas a produtividade pode encerrar em 97%. Caso o plantio seja feito em 30 de novembro, o resultado final fica em 100%.

Para São Gabriel, o plantio em 20 de outubro traz produtividade de 94% ao final da safra. Para 20 de novembro, a condição é de 100%.

Já Passo Fundo tem 97% de produtividade no plantio em 20 de outubro e 100% de produtividade no plantio em 20 de novembro.

Os internautas que quiserem conhecer a ferramenta CropView podem acessar o site www.cropview.com.br. Ao realizar o cadastro, estes podem experimentar a ferramenta e observar as melhores condições para a sua área de plantio. Estão disponíveis as análises para as culturas de soja, milho, trigo, feijão e café.

Também é possível entrar em contato com a Rural Tecnologia por meio do WhatsApp (11) 983729938.

 

Por: Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário