Chuvas diminuem nos próximos dias em áreas centrais e do Sul favorecendo janela de finalização de colheita da soja

Publicado em 22/03/2019 12:16 e atualizado em 22/03/2019 15:26
840 exibições
Chuvas diminuem nos próximos dias em áreas centrais e do Sul favorecendo janela de finalização de colheita da soja
Mamedes Luiz Melo - Meteorologista do Inmet

Podcast

Entrevista com Mamedes Luiz Melo - Meteorologista do Inmet sobre o Previsão do Tempo

Download

LOGO nalogo

Para os próximos dias, a expectativa é que o volume de chuvas deve diminuir nas áreas centrais e no sul favorecendo o andamento da colheita da soja. No entanto, os produtores rurais do estado da Bahia e do Espírito Santo devem ficar atento ás previsões climáticas durante o mês de março.

De acordo com o Meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), Mamedes Luiz Melo, as previsões da semana se confirmaram para o Centro-Oeste e as chuvas foram bastante volumosas no início da semana. “Muitas precipitações aconteceram para o lado do Mato Grosso e estava atrapalhando a colheita da soja, assim como na região sudeste e no sul ficou meio mesclado”, afirma.

O modelo climático indica chuvas volumosas para os próximos dias no sul da Bahia e no Espírito Santo que pode comprometer a produção agrícola na localidade. “Nós tivemos ontem precipitações acima dos 100 mm, na qual a produção de coco pode ficar comprometida com essa quantidade de chuva que está prevista”, comenta.

O meteorologista ainda alerta que uma baixa pressão pode formar um ciclone tropical no litoral da Bahia neste fim de semana. “Nós estamos monitorando e essa condição tem 50% de chances de acontecer e tudo indica que pode sim haver esse desenvolvimento, mas se por um acaso não ter esse ciclone pode ter certeza que vai ter ventos muito fortes entre a Bahia e o Espírito Santo”, destaca.

A semana foi marcada pela a chegada do outono e o instituto divulgou uma nota informando o que se deve esperar dessa estação para todas as regiões do País.  “Em grande parte dos estados, as chuvas ficam dentro da média e sabemos que vai ter episódios de tempos frios com a chegada dessas massas de ar na região sul do Brasil”, completa.

Por: Jhonatas Simião e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário