HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

MetSul: La Niña afeta o regime de chuvas no RS, mas deixa Paraná e Santa Catarina em alerta pra chuva forte nos próximos 10 dias

Publicado em 19/01/2021 15:35 e atualizado em 21/01/2021 17:12 5275 exibições
Estael Sias - Meteorologista - Metsul
Entrevista com Estael Sias - Meteorologista - Metsul sobre a Atualização La Niña

Podcast

Entrevista com Estael Sias - Meteorologista - Metsul sobre a Atualização La Niña

Download

LOGO nalogo

Esteal Sias, meteorologista da Metsul, destacou em entrevista ao Notícias Agrícolas que o regime de chuvas na região sul do Brasil continua sob influência de um La Niña. Segundo a especialista, a partir de agora o Rio Grande do Sul deve registrar um corte expressivo nas precipitações, enquanto Santa Catarina e Paraná tem previsão de muita chuva para os próximos dias. 

A meteorologista chama atenção para a intensidade das chuvas nos dois estados. As precipitações, se confirmadas, levam alívio para Santa Catarina e Paraná, mas a preocupação é com a intensidade da chuva. A tendência, devido às altas temperaturas do Verão, é que as pancadas ocorram com intensidade, queda de granizo e ventania. 

Para o Rio Grande do Sul, Estael destacou que apenas o extremo norte do estado pode se beneficiar de algumas chuvas. "Ainda assim, é importante ficar em alerta levando em consideração que entre março e maio o corte nas chuvas acontece devido a chegada do outono, o que pode comprometer ainda mais a condição do RS", afirma.

Veja a entrevista completa no vídeo acima

 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

2 comentários

  • wenderson lambert pouso alegre - MG

    A partir de semana que vem havera mudança no padrao de chuvas, com mais registros de chuvas no sudeste e centro-oeste, o La Niña já esta enfraquecida, nao esta comportando da maneira classica como eles falam

    2
  • wenderson lambert pouso alegre - MG

    Dr Molion ja demonstrou claramente que o pico do la nina foi entre o final de outubro e inicio de novembro, e é um la nina fraco, nao da maneira como ficam martelando, sendo que agora estamos com vies bem mais fraco com varias areas enormes de aguas aquecidas no pacifico, sendo que na area que a costa da america do sul 1+2 esta mais quente assim como em outras areas, entao é um la nina modoki, o atlantico sul aquecido, e é ele realmente que rege o clima no Brasil, so que o modismo de repetir falacias de instituto que mal conhecem o clima no Brasil e America do Sul da mais ibope que apresentar a verdade aqui.

    0