DA REDAÇÃO: Em Arco-Íris (SP), índios trabalham com produção agrícola, mas não recebem ajuda da Funai

Publicado em 14/10/2013 13:15 e atualizado em 14/10/2013 17:21
346 exibições
Questão Indígena: Índios em Arco-Íris (SP) trabalham a terra, porém, não recebem ajuda da Funai para manter suas lavouras produtivas. Indígenas também não conseguem financiamentos para evoluir com máquinas, implementos, insumos ou créditos, já que a terra pertence à união. Nesse município, índios vivem em harmonia com outros produtores.

Na região de Arco-Íris (SP), 300 índios Kaingang trabalham no campo em uma aldeia de 250 alqueires, produzindo amendoim, mandioca e tomate, além de uma criação com 400 cabeças de gado.

Segundo o indígena e produtor rural, Claudinei Constantino da Silva, com relação à agricultura a Funai ajuda muito pouco a aldeia: “Eles chegam aqui com 5Kg de semente e 20 litros de óleo para nós produzirmos, mas só com isso fica difícil e nós temos que trabalhar fora para conseguir plantar porque, além disso, o financiamento para o índios também é muito difícil, já que a terra é da União e nós não temos garantia”.

Com isso, os indígenas não conseguem evoluir porque não conseguem se quer comprar máquinas novas para a produção e precisam comprá-las no ferro velho, o que faz todo o lucro da produção ir para o concerto das máquinas.

Por outro lado, Silva afirma que quanto à saúde e educação eles estão bem assistidos devido à ajuda do governo estadual e municipal.

Por: João Batista Olivi e Paula Rocha
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário