DA REDAÇÃO: Governo tenta aprovar taxa de 9% sobre exportações da soja e pede a proibição de 9 defensivos agrícolas

Publicado em 26/03/2014 19:08 e atualizado em 27/03/2014 11:45 5413 exibições
Governa envia MP ao Congresso para taxar exportação de soja em 9%, alerta Aprosoja Brasil. Medida implica em implantar a taxação do PIS e Cofins nas exportações, -- o que significaria a retirada dos benefícios da Lei Kandir para a soja exportada.

O produtor brasileiro recebeu duas notícias frustrantes nesta quarta-feira (26). O Ministério Público Federal está pedindo a suspensão de 9 defensivos agrícolas - como o glifosato, paraquat e 2,4-D. Além disso, o governo está colocando uma emenda em uma medida provisória que implica em uma taxa de 9% sobre a exportação da soja. 

De acordo com Glauber Silveira, presidente da Aprosoja, se aprovadas, as medidas inviabilizariam as atividades do setor. “A emenda já está no Congresso e estamos com a frente parlamentar, com os deputados que defendem o agronegócio brasileiro, tentando tirar de pauta a votação desta emenda, que tenta cobrar PIS e Cofins sobre a soja exportada”.

Silveira lembra que o produtor brasileiro já precisa arcar com os altos custos de logística e transporte de seu produto, portanto, uma taxa de 9% inviabilizaria a produção de soja no país. “Temos o custo mais alto do mundo para exportar nossa soja e ainda vamos ter uma taxação de 9%, isso quer dizer que quebrou nossa produção”. Ele destaca que hoje, 50% da soja brasileira é exportada de forma direta. “Nós estamos falando do governo tirar do bolso do produtor praticamente 5 milhões de toneladas, o que é um absurdo”.

A Lei Kandir, que isenta de tributos os produtor exportados, segundo Silveira, é a única coisa que compensa a falta de logística adequada do país, portanto, acabar com seus benefícios seria “jogar contra o próprio patrimônio do Brasil”.  

Proibição de defensivos 
A proibição de importantes defensivos agrícolas, segundo Glauber Silveira, pode ser uma medida ainda pior para o produtor brasileiro. “Se o governo tirar, o impacto que teremos na receita de produção quebra a soja... São questões extremamente graves e preocupantes”.

Silveira afirma que a medida teria um impacto negativo em mais de 1.800 municípios que produzem soja no Brasil. “Eles não tem ideia do que estão querendo fazer”. 

Fonte:
Notícias Agrícolas

29 comentários

  • Amilton do Lago Santiago Fênix - PR

    Pelo que entendi, faltou maior entendimento à proposta: "Luiz Carlos Jorge Hauly: Não, não é. Não tem incidência nenhuma no produtor. Primeiro que o produtor brasileiro é não-contribuinte. Não sendo contribuinte, não há incidência nenhuma. Segundo, a soja ou qualquer outro produto agrícola tem suspensão, o tributo existe, mas é suspenso. Se você exporta a soja, ela tem imunidade constitucional, não paga nada. Se você, produtor, vender sua soja para a cooperativa, também tem suspensão. E a cooperativa, se industrializar, também tem suspensão, se ela exportar, tem imunidade. Se você vender sua soja para o cerealista e ele exportar, também tem imunidade constitucional, se ele vender para a indústria, tem suspensão.

    Se o cerealista, somente nesse caso, vender para outro para especular, ele tem incidência, como tem a soja na indústria quando vai para o mercado interno. Se a soja ou qualquer produto derivado da soja vai para a exportação, a exportação tem imunidade industrial, produto in natura e semielaborado. Se é para o mercado interno, o produto industrializado paga normal, sempre pagou e vai continuar pagando. O que muda nessa medida provisória? Se o cerealista A vender para o cerealista B, ele vai estar especulando, aí tem incidência tributária. Só este caso. Se o cerealista exportou, mantém, maravilha. Se ele vendeu para a indústria, maravilha. O que vai acontecer? Com essa medida, o produtor rural terá vantagem no preço, tirando a intermediação e a especulação do meio do caminho.

    O que mata hoje o produtor e todas as atividades do mundo é a intermediação, é a especulação. Porque quando está na mão do especulador, se o preço melhora, o produtor não ganha. Nesse caso aqui, nós melhoramos a cadeia produtiva da soja e passa a ter esse benefício para o produtor rural."

    0
  • Bruno Marugan São Paulo - SP

    Perfeito. Realmente concordo com o Paulo. Nesse ritmo alimentos bacanas de soja como o suco Ades vão aumentar!

    https://twitter.com/AdeS_Brasil

    0
  • Paulo Roberto Vielmo Nova Esperança do Sul - RS

    Isso é um descalabro total - taxar a exportação em 9% e ainda por cima proibir o uso dos defensivos agrícolas!!! Em que mundo vivem os defensores destas medidas??? Fosse coisa dos bolivarianos Chaves (que o Demo, o tenha) e deste Maduro (na verdade, Podre) ainda vá lá, mas no Brasil de hoje em que estamos praticando altas tecnologias na agricultura de precisão - é inconcebível!!!

    Vejam como a mídia, especialmente a rede globo, que na época da Revolução de 64, lambia as botas dos militares, agora se diz arrependida e dá livre vazão ao ideário dos contrarrevolucionários comunistas. Na verdade todo este destaque, visa abafar a tremenda sem-vergonhice que foi a compra da refinaria Astra Oil de Pasadena-EUA. "Essa gente" pagou, por enquanto já chega à quase 2 Bilhões de dólares, por uma empresa que recém havia sido comprada por 47 milhões de dólares, com o agravante do seu adquirente belga ter declarado recentemente que fez a sua aquisição com o propósito de vendê-la à Petrobrás, a grand frère (grande irmã), jocosamente tratada por ele. E agora, essa mesma gente, vem querer impor essas medidas desastrosas. E nós agricultores e todos os brasileiros de brio, vamos ficar parados ???

    0
  • cleverton steinke Senador Salgado Filho - RS

    qualquer um daqui faria mais em 1 ano do que eles em 4 anos...

    0
  • ARLINDO ALBRECHT Campo Alegre de Goiás - GO

    Caro Dalzir,os dois deputados em questão não fazem parte da base aliada,portanto quando o Sr.recomenda não votar na base aliada esta pedindo votos para esta turma.Quando digo que trocar PT por PSDB é trocar seis por meia dúzia, discordam da minha opinião!Agradeço por lembrar de mim!

    Ps. Sou filho de catarinenses.

    0
  • LEANDRO M GRANELLA [email protected] - RS

    O MPF sabe exatamente o que quer,esqueceu a justiça e age ideologicamente contra o agronegocio. Exemplo a questão indigena e agora os defensivos !

    0
  • Sergio Antonio Bau Balsas - MA

    Nós produtores agrícolas temos que nos organizar através de Cooperativas, Sindicatos e Aprosoja para promover mobilizações nacionais(paralizações/maquinaços) mostrando nossa força e importância, para evitar essa taxação abusiva sobre a soja e também é muito importante que vejamos quem são os políticos que estão lutando em favor da agricultura e quem são os oportunistas, a fim de que sejam lembrados nas eleições que se aproximam.

    0
  • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

    Pois è... Josè Elias Xavier Filho, o problema è que o autor do inciso na medida provisòria è um deputado do PSDB, Luiz Carlos Hauly e segundo o Noticias, foi apresentado pelo deputado Rubens Bueno do PPS, ambos do estado do Paranà. O que è de estranhar, e muito, è que esse mesmo deputado Hauly, tem um discurso ferozmente anti-tributação no caso dos alimentos, enquanto que, ao que parece, suas ações vão em sentido totalmente contràrio ao discurso. Isso acontece tambèm com muitos ruralistas, que embora jà tenham fortunas avaliadas em muitos milhões, sem a minima vergonha na cara, vão atè Cuba puxar o saco de ditador assassino, acompanhado de um chefão de màfia, somente para poder aumentar um pouco mais a pilha dos milhões, com o dinheiro subsidiado do BNDS. A bancada ruralista è uma das mais poderosas dentro do congresso, os petistas dizem que eles controlam 25% dos deputados. Não obstante isso, se dizem sempre surpreendidos, pegos com as calças na mão, afirmando que nada podem fazer contra o fortalecimento dos esquerdistas dentro da Funai, do Ibama, do MPF, e mesmo dentro das Igrejas Catòlicas e Evangèlicas... Vejam por exemplo, o Marco Civil da Internet, nele a policia, o governo, o MPF, poderão pedir ao provedor o registro de acessos da pessoas, sem avisar a pessoa... entenderam? E passou. Então esse pessoal pensa assim, ah o PT è um partido comunista, mas isso não traz risco nenhum... e estamos ganhando muito dinheiro... melhor deixar como està. Sò que depois de entrarem para a màfia, ficam com rabo preso. Diante das evidências dos crimes cometidos pelos seus supostos lideres , o PT tenta rotular todos os produtores brasileiros como pessoas sem escrùpulos e desonestas. Não conseguiram ainda por que o povo sabe sim reconhecer o trabalho àrduo e a importância desse trabalho para toda a sociedade. Não fosse por isso jà estariamos com bolas de ferro amarradas ao pescoço.

    1
  • José Elias Nova alvorada do sul - MS

    Produtores do meu Brasil vamos nos unir de alguma forma antes que seja tarde,Qd esta pra ser votado essa merdaaaaa de aumento de imposto na soja..vamos pra Brasília ,esse corja de bandidos do PT nao ajuda em nada e ainda quer atrapalhar,querem ver o caos no país!!!!

    Pq não vem para as áreas de lavoura que sofrem com pragas,lagarta,percevejo,ferrugem ,seca,granizo e outras coisas mais,estradas horríveis...vamos ajudar o setor produtivo que mais emprega nesse pais ao invés acabar com nos!!!

    0
  • Geovani Salvetti Ubiratã - PR

    O DEPUTADO RUBENS BUENO É O AUTOR DESSA COBRANÇA SOBRE A SOJA,NÃO TEM VERGONHA NA CARA,COM CERTEZA VAI LEVAR MILHOES NESSA HISTÓRIA...DINHEIRO DE TROUXA FESTA DE MALANDRO...

    0
  • andre batista si-lvestre Iguatu - PR

    o pt sempre foi a maior praga para a agricultura

    0
  • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

    Achei estranha essa història, pelo motivo do Sr. Valdir Fries ter anexado em comentàrio, um vìdeo em que, o mesmo deputado que inseriu a cobrança de 9% sobre a soja na tal medida provisòria, defende ferozmente a desoneração total dos alimentos. Quando li a declaração desse mesmo deputado de que estava arrependido, diante do argumento, fiquei com a impressão de que, apesar da intenção por parte do PT, de destruir a sojicultura, da mesma forma que faz com os canavieiros, cafeicultores, citricultores, etc..., poder ser verdadeira, a bancada ruralista resolveu faturar, desta forma podendo aparecer como grande defensora da sojicultura. Disseram que ia "matar a galinha dos ovos de ouro", ora, a soja è o alimento da galinha, e depois de eleita a Sra. Dilma Roussef, nada poderà impedir que tenha que alimentar não a galinha, e sim todas as galinhas desse imenso galinheiro em que foi transformada a politica no Brasil. Os agricultores do Brasil precisam sim, varrer do congresso todos os politicos que aderiram ao PT, votemos portanto somente nos ruralistas que fazem oposição à esse governo.

    0
  • Edson Amieiro Floresta - PR

    Caro Dalzir Vitoria, o Sr. quer algo tão puro e cristalino na "utopia da política e políticos perfeitos", que acabará sozinho nela !

    0
  • Sebastião Ferreira Santos Fátima do Sul - MS

    O QUE O PRODUTOR BRASILEIRO ESTÁ ESPERANDO ACONTECER PARA PODER AGIR??? ESSA CORJA DE LADRÕES ESTÃO À MUITO TEMPO TENTANDO ACABAR COM O SETOR PARA PODER IMPOR SUAS IDÉIAS DITADORAS COMUNISTAS NO PAÍS E NINGUÉM FAZ NADA. ESTÁ NA HORA DE AGIR, DE FORMA QUE POSSAMOS EXPULSAR ESSES BANDIDOS TODOS PARA CUBA E VENEZUELA PARA QUE VIVAM O COMUNISMO QUE QUEREM VIVER!!!!!

    O BRASIL NÃO É UMA ILHA, É UM CONTINENTE QUE VIVEU A PAZ ATÉ ESSES COMUNISTAS ASSUMIREM O PODER. HOJE VIVEMOS CLIMA DE MEDO E ANGUSTIA E O GOVERNO IMPONDO LEIS RACISTAS PARA TER CONFRONTOS ENTRE CLASSES!!!!!!

    ACORDA PRODUTOR BRASILEIRO A UNIÃO FAZ A FORÇA!!!!!!!!!!!!

    0
  • Roberto Cesar Fiorentin Toledo - PR

    É lamentável essa cambada de ladrão.Nos da agricultura devemos urgentemente começar a nos mobilizar e ir para rua das cidades e convocar a população que não defende esse bando de vagabundo do PT e aliados para protestar sem medo de represaria, porque muito pior que isso não fica.

    Vamos se unir em defesa de quem trabalha e não em prol de sem vergonha, como nossos governantes.

    0
  • Antonio Nascimento campo mourão - PR

    Não dá pra ser ingenuo com esse governo, duas medidas lançadas uma fica.Tá cara que á sangria dos 9%. Argentina `a vista!! Ou nos demonstramos nossa força ou vai ficar inviavel produzir. Agricultura+ Transporte parados esse governo arria as pernas .............

    0
  • SIDNEI DO NASCIMENTO Umuarama - PR

    Enquanto nos Estados Unidos, o governo aumenta os subsidios com a nova lei agricola (farm bill),

    Aqui no Brasil, querem aumentar os impostos, pis e confins.

    Fico pensando "que país é esse"

    0
  • Telmo Heinen Formosa - GO

    Cada dia, de grão em grão, as idéias socialistas estão em vias de implantação. A melhor maneira de dar veneno a um sujeito é convencê-lo de que aquilo é um remédio... Revolução sangrenta está fora de moda. Agora a Revolução é CULTURAL. Fizeram um "AGRADO" nomeando um agricultor para Ministro... mas isto é tática para minimizar as reclamações.

    0
  • CARLOS EDUARDO CRUVINEL DOS SANTOS Rio Verde - GO

    O governo deveria colocar as botas da humildade e ir pro campo visitar o produtor, para vê sua real situação. Esse ano foi um ano atípico na agricultura brasileira com quebra de produção, hj quem é o carro chefe da exportação brasileira são as comodities, se temos superávit no Brasil atualmente pode agradecer os agricultores. Agora estão querendo voltar com essa taxação absurda PIS/COFINS, foi uma conquista quando essa taxa foi extinta e agora estão querendo voltar com ela. O governo deveria primeiramente investir em logística (Estradas/Rodovias) para melhorar o escoamento do país, nós custos para o produto chegar no porto são os mais altos do mundo, já perdemos na concorrência antes da mercadoria sair da fazenda.

    0
  • João Alves da Fonseca Paracatu - MG

    Como brasileiro que vive no campo e do campo, vejo estas aberrações com muita tristeza,todavia, sinceramente, eu gostaria também de ver o resultado da aprovação destas possíveis leis,como nossas lideranças conseguiria explicar sua adesão a esta política 'onguista','bolivariana' e de 'retenciones' praticadas abertamente pelo atual governo?...No fundo,amigos, isto é moeda de troca para esconder as maracutaias do Planalto.saudações a todos, menos aos xiitas do governo.

    0
  • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

    Sr. Dalzir, como fui promovido à seu fiel escudeiro, sem sua aprovação, aliàs como è tipico entre esquerdistas, promoverem certas idèias sem a aprovação do povo. De qualquer forma, quero manisfestar minha indignação, não apenas à forma cìnica, desonesta e desrespeitosa com que sua pessoa è tratada por certos comentaristas, lobos em pele de cordeiro, mas, e, principalmente pela ofensa à inteligência dos leitores do Noticias Agricolas. Aproveitando a pergunta do Jose Elias Xavier Filho, digo que foi o pessoal da Marina Silva, a ambientalista e que, vejam sò, està ligada ao ex aliado do governo Dilma e agora candidato à presidencia Eduardo Campos. Votar em Eduardo Campos è o mesmo que votar na petista xiita de coração Marina Silva. Considero Marina Silva a maior inimiga do agronegòcio brasileiro, depois vem a Kàtia Abreu, Blairo Maggi, etc... Pois bem, embora considere a lei Kandir uma excrecência, e ela foi feita no governo FHC, não por beneficiar muito, mas por beneficiar pouco os produtores brasileiros. A soja comercializada e beneficiada dentro do Brasil deveria ser isenta de impostos tambèm. È desta forma, Arlindo Albrecht, que a esquerda, mancomunada com a bancada ruralista, consegue transformar o que não è suficientemente bom em algo extremamente ruim. È tudo culpa do FHC, mesmo que sejam os esquerdistas ligados ao PT e seus aliados, os maiores opositores à desoneração tributària do setor produtivo do Brasil.

    0
  • José Elias Nova alvorada do sul - MS

    Caro Glauber,gostaria de saber por curiosidade qual político inventou essa de proibir glifosato e mais alguns defensivos??

    0
  • salvador reis neto santa teresa do oeste - PR

    que palhaçada e essa?? esses comunistas não de3sistem nunca de lesar quem mais trabalha neste pais.

    0
  • ERIC JULIANO DA FONSECA unai - MG

    Se realmente for retirado esses produtos do mercado , ai sim todos nós vamos voltar para enxada.

    O jeito vai ser Beber, Pitar , farrear e Biscatear, porque aqui no Brasil é só Vagabundo que leva vantagem.

    0
  • ERIC JULIANO DA FONSECA unai - MG

    Temos que procurar a saída por este lado;

    Fazer uma safra bem feita na época normal.

    Não plantar safrinha.

    Diminuir a área plantada.

    Está provado que quanto diminui á produção, os preços vão lá para cima. Então temos que reduzir a produção para vender mais caro.

    Não adianta sair feito louco , aumentando área , querendo plantar até na Lua pra tentar ganhar no volume.

    ``Conforme a hora é melhor perder do que achar´´.

    E quanto ao governo...........................!coitadinho , não sabe gastar a mixaria, bagatela, quinquilharia que ele arrecada(FURTA)de Nós.

    Um dia o caldo entorna.

    0
  • Geovani Salvetti Ubiratã - PR

    Que vergonha de país...só ladrão na teta,uma carga tributaria exorbitante,a maior do mundo e eles querendo mais pra roubar e acabar de quebrar o Brasil que cada dia cai no ranking de países confiaveis como conta a agência de classificação de risco Standard & Poor´s que deu um sinal a todos os investidores do mundo de que a confiança nas coisas por aqui não estão indo bem.É bom que façam isso que vai diminuir muito a produção por ficar inviavel de plantar,vai aumentar o desemprego e com menor oferta de produtos vai estourar a inflação,ai quem sabe o brasileiro aprende a votar...

    0
  • Bertholdo Fernando Ullmann Patos de Minas - MG

    Sobrou pra nós agricultores pagar o custo da COPA agora? Estão praticamente sepultando a agricultura se tudo isso for aprovado.

    0
  • Vilson Ambrozi Chapadinha - MA

    E esta terra ainda vai cumprir sua mazela,ainda vai tornar-se uma imensa venezuela...

    0
  • Vilson Ambrozi Chapadinha - MA

    Aqui no Maranhão,estamos lutando contra uma ação do MP ,em que o Juiz Federal deu prazo para que nós,os agricultores,a secretaria do meio ambiente,o Ibama eo Mapa,provemos que as acusações do Promotor não procedem,caso contrario vale a sua decisão de proibir o uso de glifosato.Pelo sim,pelo não,estou reformando as grades,arados,etc...E o plantio direto vai pras cucuias.

    0