Prejuízo na suinocultura em SP chega a R$ 175,00 por animal neste início de julho

Publicado em 06/07/2021 15:14 970 exibições
Valdomiro Ferreira - Presidente APCS
Expectativa do mercado era de melhora nos preços no início do mês, entretanto, a situação para o setor piorou com a queda do valor do animal e a alta nas cotações do milho

Podcast

Mercado de SuínosEntrevista com Valdomiro Ferreira - Presidente APCS sobre o Mercado de Suínos

Download

Logotipo Notícias Agrícolas

A expectativa de melhores preços pagos pelo suíno vivo com a virada para o mês de julho foi frustrada, segundo o presidente da Associação Paulista de Criadores de Suínos (APCS), Valdomiro Ferreira. Ao invés de valorização para o animal vivo e redução no preço do milho, com o início da colheita da safrinha, o que ocorreu foi o inverso.

"O mercado de suínos esfriou, está especulativo. Atacado e varejo estão vendendo nessa baixa. E quando a gente esperava o milho cair, veio a geada e fez o preço do cereal dar esse repique", explicou. 

Segundo Ferreira, hoje a arroba suína em São Paulo é comercializada no mercado independente a R$ 120,00, enquanto o custo de produção por arroba está em torno de R$ 155,00, o que configura um prejuízo de cerca de R$ 175,00 por animal vendido. 

O presidente da APCS explica que este é o sétimo mês consecutivo em que a atividade trabalha com preços negativos, e que o suinocultor paulista está se descapitalizando. 

"Fomos todos pegos de surpresa por essa movimentação no mercado, e mesmo que haja alguma recuperação de preços ao longo de julho, não será apenas um mÊs que vai tirar o suinocultor do sufoco", disse.

 

Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário