Baixa no preço do suíno versus custo de produção gera prejuízo de R$ 242,00 por animal vendido em SP

Publicado em 14/01/2022 14:41 e atualizado em 14/01/2022 15:33 920 exibições
Valdomiro Ferreira - Presidente APCS
Hoje, animal vivo é comercializado no mercado independente paulista a R$ 5,60/kg, e precisaria de um aumento de 40% para ao menos empatar com os custos

Podcast

Mercado de Suínos

Logotipo Notícias Agrícolas

Início de ano, vendas tradicionalmente mais fracas. Isso, somado à maior oferta de animais e de carne suína no mercado e demanda preenchida, fez com que os preços do suíno caíssem com mais força. Em São Paulo, o quilo do animal vivo no mercado independente chegou a R$ 5,60/kg, e comparado aos custos de produção, estimados em R$ 7,80/kg, trazem um prejuízo de R$ 242,00 por animal vendido, segundo Valdomiro Ferreira, presidente da Associação Paulista de Criadores de Suínos (APCS).

Ele explica que o momento é crítico, pois a queda nos preços do animal ocorre ao mesmo tempo em que há um repique nos preços dos grãos, essenciais para a fabricação das rações. "Para o milho, a relação de troca ideal seria uma arroba suína comprar 2,5 sacas de 60kg, e hoje compra 1,05. No caso da soja também caiu o poder de compra, sendo o ideal 1kg de suíno para comprar 4,5kg de farelo, e hoje compra 2,5kg", explica.

Com os custos de produção "cheios", isto é, não só contabilizando a alimentação dos animais, mas outros componentes da cesta, como depreciação, por exemplo, seria necessário um aumento em torno de 40% no preço do animal vivo para, ao menos, empatar com os custos, afirma Ferreira.

 

Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário