Patamar elevado de preços compensa as perdas e Epagri avalia safra verão de Santa Catarina com positiva

Publicado em 15/07/2020 11:33 498 exibições
Haroldo Elias Tavares - Analista Centro de Socioeconomia e Plan. Agrícola da Epagri
Milho teve perda de produtividade de 7% e soja de 6%, mas boas oportunidades de negociação compensaram na rentabilidade dos produtores. Safra de inverno deve ter aumento na área cultivada com trigo e diminuição no plantio da cebola

Podcast

Patamar elevado de preços compensa as perdas e Epagri avalia safra verão de Santa Catarina com positiva

Download

LOGO nalogo

A safra verão 2019/20 em Santa Catarina sofreu com a estiagem e registrou perdas de produtividade nas culturas da soja, milho e feijão. Mesmo assim, a avaliação final do ciclo é positiva par os produtores do estado.

Segundo o analista do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola da Epagri/SC, Haroldo Elias Tavares, os preços encontrados no mercado para a venda das produções do verão foram o principal fator compensador ao produtor catarinense neste ano.

Além disso, a cultura do arroz registrou aumento na produção em 2020 e até mesmo a soja e o milho tiveram volumes colhidos mais positivos em algumas regiões do estado, que registraram mais precipitações ao longo do desenvolvimento das lavouras.

Para a safra de inverno, Tavares destaca que a tendência de clima seco impactou na redução da estimativa de área plantada com cebola no estado. Por outro lado, o cultivo de trigo deve aumentar cerca de 5% neste ano, com os produtores animados pelos preços altos de mercado.

Confira a entrevista completa com o analista do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola da Epagri/SC no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário