Colheita de arroz em Alegrete (RS) termina e produtores se organizam para exportar estoques de passagem para fazer caixa e viabilizar a próxima safra

Publicado em 18/05/2022 10:40 e atualizado em 20/05/2022 10:01
Vitor Odinei Pontes - Vice-Presidente da Associação dos Arrozeiros de Alegrete
Liderança local explica que custos de produção estão muito acima do preço de venda

Podcast

Entrevista com Vitor Odinei Pontes - Vice-Presidente da Associação dos Arrozeiros de Alegrete sobre a Safra de Arroz

Logotipo Notícias Agrícolas

Termina a colheita de arroz em Alegrete, no Rio Grande do Sul, e segundo o o vice-presidente da Associação dos Arrozeiros do Município, Vitor Odinei Pontes, foi uma safra com os custos de produção muito acima do valor de venda do produto.

Leia mais:

+ Confirmado o embarque de 30 mil toneladas de arroz em casca para o México

Ele explica que para se produzir uma saca de 50 quilos do produtose gastou uma média de R$ 80,00, com um preço de venda em torno de R$ 68,00 a R$ 69,00 por saca. 

Sendo assim, além dos arrozeiros de Alegrete, outros produtores da região se organizaram para poder viabilizar exportações de estoques de passagem do arroz casca que, segundo Pontes, não afetam o abastecimento interno.

"Essas exportações são para escoar esse produto e para que o arrozeiro consiga fazer caixa para viabilizar a próxima safra. Caso contrário, se não for possível plantar, aí a oferta no Brasil ficará menor, e o consumidor vai pagar o preço lá na frente", explica. 

Pontes conta que a primeira carreta saiu na segunda-feira (16) e que a expectativa é que sejam embarcadas de todo o Estado 600 mil sacas, sendo 200 mil de Alegrete e região. O valor bruto de venda deve ficar em torno de R$ 74,00 ou mais, e as cargas devem seguir para países como México e Costa Rica. 

Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

1 comentário