Oferta maior e baixa demanda gera incertezas para o mercado da mandioca

Publicado em 12/12/2018 10:58 e atualizado em 12/12/2018 11:53
364 exibições
Pesquisador do Cepea aponta queda no consumo da cadeia da mandioca em 2018 como principal causador da queda de preços tanto para a raiz como para fécula e farinha. Expectativa é de melhora no cenário para a safra 2019.
Fábio Isaias Felipe - Pesquisador do Cepea

Podcast

Entrevista com Fábio Isaias Felipe sobre o Acompanhamento de Safra da Mandioca

Download

LOGO nalogo

As condições climáticas e a baixa incidência de doenças contribuíram para as lavouras de mandioca se desenvolverem bem e ampliarem as expectativas de uma boa safra neste ano, conforme indica o pesquisador do Cepea Fábio Isaias Felipe. “O plantio de mandioca ocorreu bem esse ano e possivelmente deve ter um acréscimo de área pelo o que percebemos em nossas visitas de campo. Ao mesmo tempo, as lavouras vem se desenvolvendo bem com as condições climáticas favorecendo bastante a cultura da mandioca e a produtividade tende a ser boa”.

Por outro lado, o mercado não vem acompanhando essa tendência de alta seja para a raiz, fécula ou farinha. “Nesse ano nós tivemos uma demanda bastante enfraquecida dos derivados de mandioca ligada ao cenário econômico e político desfavorável. Nós tivemos um cenário de maior oferta no ano, mas a demanda teve papel bastante expressivo na queda dos preços”, comenta Felipe.

De acordo com as análises feitas pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Esalq de Piracicaba, o produtor de mandioca pode ficar esperançoso com um 2019 mais otimista do que 2018. “Para o próximo ano há a expectativa bastante forte de que haja uma retomada desse mercado e que a demanda se recupere e possa vir a minimizar possíveis quedas nos preços”, afirma Fábio.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário