Safras de hortifrútis em Santa Catarina sofrem com estiagem e queda na comercialização

Publicado em 20/05/2020 10:43 e atualizado em 20/05/2020 11:26 735 exibições
Rogério Goulart Junior - Analista de Socioeconomia e Desenvolvimento Rural do Epagri
Falta de chuvas prejudicou a produção de diversas culturas e reflexos da pandemia atuaram para dificultar a venda dos produtos nas centrais de abastecimento

Podcast

Safras de hortifrútis em Santa Catarina sofrem com estiagem e queda na comercialização

Download

LOGO nalogo

Santa Catarina enfrenta estiagem e chuvas menores do que o necessário desde o final do ano passado e essa situação impactou também nas safras de hortifruti do estado, com destaque para as culturas da maçã, ameixa, banana e maracujá.

Segundo o analista de socioeconomia e desenvolvimento rural da Epagri, Rogério Goulart Junior, os impactos foram sentidos principalmente nas regiões da Serra Catarinense e Meio-Oeste para as frutas de zonas temperadas e na região Sul para as frutas tropicais e os prejuízos foram tanto na quantidade quanto na qualidade dos frutos.

Além das importantes quedas de produção, o estado enfrenta também dificuldades com a comercialização dos produtos. Junior destaca que a demanda nos centros distribuidores foi afetada pela pandemia da Covid-19, além de haver mais dificuldades logísticas para as entregas aos pontos finais de venda.

Diante disso, alguns produtores já buscam novas alternativas de comercialização das safras, como o exemplo da banana, que passou a ser mais destinada à exportação neste momento, impulsionada pela alta do dólar ante ao real.

Confira a íntegra da entrevista com o analista de socioeconomia e desenvolvimento rural da Epagri no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário